Paralisação total

Sindicato das empresas de ônibus entra com ação judicial contra greve

O motivo é o descumprimento por parte da categoria de manter 70% da frota circulando nos horários de pico

Atualizada em 29/01/2014 | 14h3529/01/2014 | 14h35

O Sindicato das Empresas de Ônibus (Seopa) de Porto Alegre entrou com uma ação de declaração de abusividade e ilegalidade da greve dos rodoviários no início da tarde desta quarta-feira.

O motivo é o descumprimento por parte da categoria da determinação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de circulação de 70% da frota nos horários de pico.

Leia mais
Dependo dos rodoviários e dos empresários, afirma Fortunati
Está todo mundo perdido, afirma motorista de lotação
Funcionária perde segundo dia de trabalho devido a greve
Sindicato pede a rodoviários que cumpram decisão da Justiça

Conforme o Seopa, alguns rodoviários compareceram às garagens dispostos a realizar suas atividades, mas foram impedidos por membros do sindicato da classe trabalhadora.

A greve dos rodoviários foi iniciada na segunda-feira, com 30% dos ônibus circulando na Capital, conforme determinação do Ministério Público. No entanto, após a determinação do TRT de circulação de 70%, a categoria optou pela paralisação total desde a noite de terça-feira.


Paralisação
A ameaça de paralisação geral dos rodoviários foi posta em prática: nenhum ônibus circula pelas ruas da Capital desde o início da manhã desta quarta-feira. Em greve desde segunda-feira, os 30% da frota que rodaram até terça-feira foram retirados de circulação. Piquetes formados em frente às empresas impedem que os ônibus circulem.

Reivindicações
A greve foi definida em assembleia da categoria na última quinta-feira. Os rodoviários querem 14% de aumento, reajuste do vale-alimentação de R$ 16 para R$ 20 e manutenção do plano de saúde, sem desconto no salário. Porém, as empresas oferecem 5,56% (reposição integral da inflação no ano, segundo o INPC) e querem coparticipação financeira dos empregados no plano de saúde.

Acompanhe a cobertura sobre a greve*:

* Este espaço é moderado e destinado à troca de informações sobre a situação do transporte coletivo em Porto Alegre. Não serão liberados comentários opinativos nem será incentivado o debate.



Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.