Só falta uma ponte

Construção de estrada no Vale do Sinos enfrenta mais de duas décadas de burocracia

Avenida do Municípios, que interligaria quatro cidades sem passar pela BR-116, segue inacabada 24 anos depois da ordem de início

Atualizada em 22/07/2014 | 13h3422/07/2014 | 10h42
Construção de estrada no Vale do Sinos enfrenta mais de duas décadas de burocracia  Charles Dias/Especial
Rede elétrica muito baixa é o novo percalço no caminho da construção de uma ponte sobre o arroio Pampa, em Novo Hamburgo Foto: Charles Dias / Especial

Em 1989, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) aprovou a construção de uma estrada que ligaria São Leopoldo a Sapiranga, passando por Campo Bom e Novo Hamburgo, sem precisar da BR-116. Vinte e cinco anos depois do início da obra, a Avenida do Municípios segue inacabada e enfrenta a burocracia.

Leia todas as últimas notícias de Zero Hora

Com praticamente todos os 11,5 quilômetros de extensão prontos, o que emperra a finalização da rodovia é uma ponte sobre o arroio Pampa, no bairro Canudos, em Novo Hamburgo. A obra se arrasta desde o final de 2011, quando o projeto precisou ser revisto.

De lá pra cá, dois editais foram publicados, mas não houve empresas interessadas. Como a lei das licitações não permite que seja feita uma terceira concorrência, o Daer convidou três empresas, com o valor orçado pelo órgão sem nenhum acréscimo, e escolheu uma delas para executar a obra.

Em janeiro deste ano, foi assinada a ordem de início do serviço, entretanto, nenhuma máquina foi vista no local desde então. Isso porque surgiu um novo percalço no caminho da ponte: a rede elétrica do local que é muito baixa.

Enquanto a ponte não sai, motoristas usam acesso improvisado
Foto: Charles Dias/ Especial

Em nota, o Daer afirma que “sabia (do problema), mas entendia que a concessionária iria realizar a relocação dos postes de rede de energia elétrica”, o que não aconteceu. A AES Sul, responsável pelo abastecimento de energia no Vale do Sinos, só se comprometeu a realizar um projeto de transposição no início deste mês, em reunião organizada pelo município de Novo Hamburgo com os envolvidos.

A concessionária afirma ter entregue o estudo ao Daer na última quinta-feira, dia 17. A obra e os custos, entretanto, são de responsabilidade do órgão estadual, que afirmou não saber ainda quanto custará a transposição da rede elétrica e que não tem prazo para o início desse serviço nem para a execução da ponte.

Até 2012, a Avenida dos Municípios já havia recebido investimentos na casa dos R$ 12,1 milhões. O custo da ponte sobre o arroio Pampa está avaliado em R$ 1.198.218,55. Segundo o Daer, a empresa vencedora da licitação ainda não recebeu nenhum pagamento.

Rodovia é importante para a segurança ambiental do Canudos

Canalização do arroio Pampa começou em outubro de 2013 
Foto: PMNH/Divulgação

A Avenida dos Municípios é uma obra importante não só para a mobilidade urbana no Vale do Sinos, mas também para a segurança ambiental do bairro Canudos.

De acordo com um projeto em execução pelo município, a rodovia servirá como um dique para o bairro, evitando que as águas do Rio dos Sinos atinjam as moradias, como aconteceu em 2013, quando mais de 4 mil pessoas ficaram desalojadas devido à cheia do rio.

O projeto prevê ainda a instalação de duas casas de bombas, uma em cada lado da ponte. Sem a conclusão da rodovia, a obra municipal também não terá desfecho próximo.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.