Versão mobile

Obituário

Gentil Simonetto

Morreu na segunda-feira, aos 79 anos, o frei capuchinho Gentil Simonetto. Desde o ano passado, o religioso lutava contra um câncer no estômago.

- Era sereno, uma pessoa de oração. Preocupava-se com o futuro da província dos freis capuchinhos - lembra o frei Claudecir Fantini.

Natural de Veranópolis, tornou-se capuchinho em 1950. Formou-se em Filosofia e Teologia, e fez curso de Língua Portuguesa na PUCRS.

Por 15 anos, até 1975, dedicou-se ao seminário Nossa Senhora de Fátima, em Ipê. Simonetto também esteve ligado a rádios, entre elas as caxienses São Francisco SAT e a Maisnova FM. Enquanto definidor (cargo de chefia na província), encontrou o então papa João Paulo II no Vaticano, em 1988. Vivia na Casa de Saúde São Frei Pio, em Caxias.

Data de publicação: 17/05/2012Comunicar um amigo | Enviar condolências
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.