Lava-Jato

Delação da JBS coloca futuro do governo Temer em risco

Se confirmada a gravação na qual Temer daria aval para comprar o silêncio de Eduardo Cunha, presidente ficará em situação delicadíssima

17/05/2017 - 20h53min | Atualizada em 17/05/2017 - 21h56min

A delação da JBS é uma bomba atômica que cai sobre a cabeça de Michel Temer. Joesley Batista teria gravado o presidente da República autorizando a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Tudo documentado, tudo nas mãos da Polícia Federal e do relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin.

Revelada pelo jornal O Globo, a delação da JBS, se tiver o conteúdo confirmado, tem poder de destruição superior à dos acordos da Odebrecht. Cautelosa nas palavras, mas catatônica com a reportagem, a base de Temer já admite nos bastidores o risco de Temer cair. A oposição já apresentou pedido de impeachment.

Leia mais:
Temer é gravado dando aval para compra do silêncio de Cunha, diz jornal
Gravação mostra Aécio pedindo R$ 2 milhões a dono da JBS, diz jornal 

Assim que a notícia veio à tona, a reação em Brasília revelou o tamanho do estrago: as sessões na Câmara e no Senado foram suspensas. Parlamentares sumiram. Assessores de Temer se trancaram em gabinetes para analisar as denúncias dos irmãos Joesley e Wesley Batista. No Planalto, interlocutores mais próximos de Temer foram pegos de surpresa.

Entre advogados que operaram na Lava- Jato, no entanto, já corria o burburinho de que os donos da JBS estavam delatando. Diante das revelações do conteúdo dos relatos, a conclusão é de que a operação da semana passada, com foco no BNDES, foi um balão para pegar Antonio Palocci e desviar a atenção do real destino dos irmãos Batista.

Se as informações divulgadas até aqui forem confirmadas, houve autorização para grampear gente graúda. PMDB, PSDB, PT e PP estão no balaio da JBS. Para salvar um império de todos os escândalos em que estão envolvidos desde os governos petistas, Joesley e Wesley ofereceram um acordo de delação nunca visto na história da Lava-Jato. A dúvida agora é com o day after. O que restará do Brasil? Temer terá força para permanecer? As reformas serão arquivadas? O futuro do país está em jogo.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.