Diogo Olivier

Média de gols no Grêmio indica que Pedro Rocha tem de chutar melhor

Atacante soma 104 jogos e 23 gols em três temporadas no clube

18/05/2017 - 18h33min | Atualizada em 18/05/2017 - 19h02min
Média de gols no Grêmio indica que Pedro Rocha tem de chutar melhor BRUNO ALENCASTRO/Agencia RBS
Atacante é disciplinado taticamente, mas ainda desperdiça muitas oportunidades para cada gol que faz no time de Renato Foto: BRUNO ALENCASTRO / Agencia RBS  

Antes do jogo com o Fluminense, na Arena, vencido pelo Grêmio por 3 a 1 de virada, na estreia tricolor na Copa do Brasil 2017, Pedro Rocha foi homenageado com toda a justiça.  

Ele recebeu uma camisa de número 100. Já são 104 jogos pelo Grêmio. 

Em sua trajetória de três temporadas, marcou 23 gols. 

Por mais que seja disciplinado e importante taticamente, a média é baixa: 0,22 gols por partida. 

Tem de aumentá-la. Para cada gol feito, Pedro Rocha ainda perde chances demais, não raro irritando o torcedor. Contra o Fluminense, foi substituído por Everton na segunda etapa.

VANTAGEM – O Grêmio sofreu menos desgaste contra o Fluminense, pela Copa do Brasil. Pelo menos na comparação com o adversário de domingo, no Brasileiro. O Atlético-PR quase morreu na virada épica que o classificou na Libertadores, vitória de 3 a 2 sobre a Católica, no Chile. 

CRISE – Só 20 mil foi o público na Arena, em jogo grande de Copa do Brasil. Pouco, sem dúvida. Mas estamos no Brasil da crise, indo para o fim do mês. O medo de assalto aumenta à noite. É muito jogo. O ingresso é caro. Não dá para condenar o torcedor. 


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.