O Fundo e os gaúchos

"Estresse" nas finanças públicas leva RS a constar em relatório do FMI

Fundo recomenda "adoção de programas de ajuste e reformas" ao Estado

19/05/2017 - 14h50min | Atualizada em 19/05/2017 - 15h59min

Em relatório divulgado nesta sexta-feira (19), o Fundo Monetário Internacional (FMI) – como sempre, atrasado – destaca que o crescimento no Brasil será estimulado pela grande safra de soja, pela liberação de recursos do FGTS, pela alta no preço de commodities, especialmente minério de ferro, e pela gradual volta do investimento. Claro, o texto foi fechado antes do terremoto de Brasília, que devolveu o futuro econômico do país à incerteza.

O Panorama Econômico Regional para o Hemisfério Ocidental avalia que Brasil e outros países da América Latina têm "colchões de proteção" em caso de aumento na volatilidade dos mercados. Mas o mais curioso é que o Rio Grande do Sul, quem diria, foi parar no documento do FMI. E não foi pela safra de soja. Conforme o relatório (confira cópia abaixo), diversos Estados, especialmente Rio de Janeiro, Minas Gerais e RS (nesta ordem no texto) continuam a enfrentar "estresse financeiro". 

Leia mais
Para embaixador alemão, RS é "talvez" principal parceiro do país
É preciso acender a luz sobre a CEEE
Privatização da CEEE ainda tem muitos fios desencapados

Na avaliação do Fundo, uma solução duradoura para o problema exige a "adoção de programas de ajuste e reformas (incluindo os sistemas de aposentadoria para os servidores públicos), em complementação a algum apoio do governo federal". Embora o FMI publique resumo do relatório em português, a versão completa, que cita o Rio Grande do Sul, só está disponível em inglês.

Como o documento saiu "atrasado", o chefe do Departamento de Hemisfério Ocidental do FMI, Alejandro Werner, disse que a instituição vai acompanhar a turbulência política para decidir se vai mudar suas perspectivas para a maior economia da América Latina.

Leia outras informações da coluna de Marta Sfredo

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.