Saia justa

A semana em que vetaram vestidos colados e decotes no Demhab

Comunicado enviado pela direção acabou desautorizado pelo prefeito

16/02/2017 - 06h01min | Atualizada em 16/02/2017 - 16h58min
A semana em que vetaram vestidos colados e decotes no Demhab Reprodução/ZH
Por e-mail, funcionários do departamento receberam uma lista de restrições sobre as vestimentas Foto: Reprodução / ZH  

As duas estagiárias se entreolharam, apreensivas, e logo baixaram a cabeça para examinar o comprimento da saia e do vestido que usavam.

Aquele e-mail, enviado na semana passada a todos os servidores do Departamento Municipal de Habitação (Demhab), falava sobre as roupas que os funcionários "não devem utilizar". Tinha lá uma lista: vestidos colados ao corpo, bermudas e vestidos muito curtos, camisas/blusas com decotes prolongados, camisetas tipo regata, bermudas masculinas, calção, shorts, chinelos de dedo, bonés e camisas de futebol.

— Meu Deus, tá ali o diretor! — assustou-se uma funcionária de calça rasgada, embora calça rasgada nem estivesse entre as restrições, quando viu Amancio Ferreira na saída do elevador.

Amancio é o novo diretor adjunto do Demhab. A decisão de enviar o comunicado ocorreu após uma reunião comandada por ele, como o e-mail deixava claro. O fato de ser pastor evangélico adicionou pimenta à polêmica.

— Fiquei muito triste — disse Amancio à coluna. — Essa questão nada tem a ver com minha atividade religiosa, foi apenas uma orientação às chefias do departamento. Não houve imposição ou proibição.

De qualquer forma, o prefeito Nelson Marchezan decidiu intervir: suspendeu as orientações do diretor e classificou-as como "um equívoco". A secretária adjunta de Desenvolvimento Social, Denise Ries Russo, concordou que o tom da mensagem pareceu autoritário, mas, segundo sua assessoria de imprensa, gestões anteriores do Demhab também enviavam comunicados semelhantes.

— Na nossa gestão, não houve isso, não faz sentido — disse Marcos Botelho, diretor-adjunto do departamento entre 2013 e 2016.

— Enquanto estive lá, nunca teve determinação sobre as roupas — garantiu Humberto Goulart, diretor-geral do Demhab entre 2009 e 2012.

Ainda assim, já que muitos funcionários lidam com o público, a vestimenta é considerada importante pela direção atual. Denise e Amancio prometem repensar, no mínimo, a maneira de dizer isso à equipe.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.