Wianey Carlet

Marcelo Cirino é titular por decreto no time do Inter

Atacante corre, briga, é competitivo como quer Guto Ferreira, mas não apresenta nenhuma eficiência

19/06/2017 - 09h00min | Atualizada em 19/06/2017 - 18h04min
Marcelo Cirino é titular por decreto no time do Inter Ricardo Duarte/Inter,Divulgação
Foto: Ricardo Duarte / Inter,Divulgação  

Marcelo Cirino, sábado, foi um turista no jogo contra o Santa Cruz. Correu, brigou, foi competitivo como quer Guto Ferreira, mas não apresentou nenhuma eficiência. De que adianta um atacante forte e brigador se não cumpre a sua tarefa principal que é a de fazer gols? Cirino é titular por decreto de Guto. Não foi por outra razão que declarou, recentemente: "Eu sou o titular".

Sem zagueiros – Está acontecendo com os zagueiros colorados o que aconteceu na reta final do Gauchão com os goleiros. Estão todos no departamento médico. Sobraram apenas Klaus e Leo Ortiz. Se mais um se machucar, Guto Ferreira terá que improvisar. Se se lesionarem os dois que restam, se repetirá a tragédia do Gauchão. O Inter achou caro o que pediram por Rodrigo Moledo. Talvez tenha chegado a hora de meter a mão no cofre e gastar o que for pedido pelo zagueiro.

Leia mais
Inter prepara investida no mercado por zagueiros


Lateral direita – Poucas vezes se viu um lateral sofrer tanto como sofreu Junio, sábado. Quem investiu pelo seu lado se deu bem. Junio não está pronto. Precisa ser mais bem preparado. Ao Guto Ferreira compete escolher entre Ceará e Alemão. Qualquer um será melhor do que Junio.

Futuro próximo – A intensidade dos jogos não diminuirá, mas o Inter terá quatro rodadas a cumprir, todas no Rio Grande do Sul. Na terça, será a vez de enfrentar o Paraná. Como o jogo será no bom gramado do Beira-Rio e o Inter contará com o retorno de D'Alessandro, o quadro se apresenta como favorável para que o Inter faça três pontos.

* ZH Esportes


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.