Porto Alegre

Protesto pelo direito à moradia bloqueia trânsito na Assis Brasil

Em frente ao TJ, há outra manifestação organizada pelo mesmo grupo

Atualizada em 28/08/2014 | 11h2128/08/2014 | 07h20
Protesto pelo direito à moradia bloqueia trânsito na Assis Brasil Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Manifestação ocorre na Zona Norte e na região central da cidade Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Moradores de ocupações urbanas de Porto Alegre e Região Metropolitana fazem duas manifestações na Capital na manhã desta quinta-feira. Enquanto um grupo interrompe o trânsito na Zona Norte, outro protesta em frente ao Tribunal de Justiça (TJ) do Rio Grande do Sul. Eles reivindicam o direito à moradia.

Nas proximidades da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), os dois sentidos da Avenida Assis Brasil ficam interrompidos por cerca de 10 minutos e, em seguida, são liberados por cinco, conforme a Brigada Militar, que acompanha o ato. Apesar do clima tenso, não há registro de agressões por parte dos manifestantes ou dos motoristas, irritados com a lentidão. Os reflexos são sentidos em diferentes vias — além do congestionamento na Assis Brasil, o tráfego ficou lento na Castelo Branco, na freeway e em Cachoeirinha.

— Nossas manifestações são pela moradia. Queremos ser recebidos no Tribunal de Justiça e pedir que julguem nossa causa honestamente. Queremos permanecer nas ocupações — afirma um dos organizadores dos atos, Arduino Balduino.

Leia todas as últimas notícias de Zero Hora
Ocupações urbanas voltam à cena na Grande Porto Alegre

Na Borges de Medeiros, em frente ao TJ, manifestantes também carregam faixas do Fórum das Ocupações Urbanas. Parte deles serão recebidos por magistrados da administração do tribunal. Não há bloqueios na via.

Nos últimos meses, foi observado um aumento no número de ocupações, apesar da dificuldade de precisá-lo — um dos motivos é o fato de grande parte delas estarem em áreas privadas. Estima-se que haja 27 ocupações em Porto Alegre e 15 em outras cidades da Região Metropolitana.

Na semana passada, cerca de 50 moradores da ocupação Marcos Klassmann, no bairro Mário Quintana, protestaram nas ruas de Porto Alegre. Os manifestantes iniciaram o protesto por volta das 6h30min na esquina das avenidas Ipiranga e Erico Verissimo e, depois, saíram em caminhada até a prefeitura de Porto Alegre.

*Zero Hora

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.