Quase lá

Porto Alegre deve ter zona com velocidade máxima de 30 km/h até o fim de fevereiro

Trânsito no trecho entre as ruas Butuí e Inhanduí, no bairro Cristal,será o primeiro na Capital com novo limite

05/01/2016 - 13h49min
Porto Alegre deve ter zona com velocidade máxima de 30 km/h até o fim de fevereiro Fernando Gomes/Agencia RBS
Rua Inhanduí, no bairro Cristal, foi sinalizada para alertar os motoristas do novo limite de velocidade Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS  

A promessa de um trânsito mais seguro para os pedestres no bairro Cristal, na zona sul de Porto Alegre, está mais perto de se tornar realidade. Prevista para ser entregue em outubro do ano passado, a Zona 30, projeto que prevê a redução da velocidade dos automóveis em vias da cidade, deve ser concluída até o fim de fevereiro.

Parte da sinalização que limita a velocidade a 30 km/h no trecho que compreende as ruas Butuí e Inhanduí já foi implantada no local. As vias receberam lombadas e travessias elevadas de pedestres, conhecidas como lombo-faixas, além de sinalização horizontal e vertical indicando o novo limite de velocidade.

Alterações no projeto das rampas de acessibilidade — uma das razões para o atraso na obra, segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) — passam por análise da Caixa Econômica Federal – o projeto é executado com verba federal. Também serão feitos ajustes na sinalização já implantada.

Veja como ficam as mudanças no trânsito devido às obras na Avenida Tronco

O objetivo do trânsito mais lento é proteger pedestres e ciclistas e evitar acidentes no local, onde carros e ônibus costumam circular acima dos 40 km/h estabelecidos atualmente. Na área, estão a Escola Municipal Professor Eliseu Paglioli Especial, o Posto de Saúde Cristal Divisa e a Escola Estadual de Primeiro e Segundo Grau Professor Elpídio Ferreira Paes. Para o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, a principal diferença entre a sinalização vigente, constantemente burlada, e a Zona 30, são os obstáculos físicos à alta velocidade:

— O controle vai ficar mais efetivo, porque as lombadas e lombo-faixas obrigam o motorista a reduzir a velocidade a até menos de 30 km/h. Quem desrespeitar o sistema vai danificar seu veículo.

Vencedoras da licitação de ônibus da Capital querem antecipar início da operação

Moradores da região aprovaram a iniciativa, mas relatam que, onde não há lombadas, a sinalização apenas não basta para fazer os motoristas reduzirem a velocidade.

— Ninguém respeita nada aí, nem os ônibus — destaca o aposentado Carlos Alberto da Silva, 60 anos.

Plano prevê ações mais ágeis em casos de bloqueios no trânsito da Capital

A estudante Elisiane Godinho Miranda, 34 anos, conta que, em 2005, sua mãe quebrou o pé quando foi atingida por uma caminhonete conduzida acima do limite de velocidade no bairro. Além disso, perdeu a irmã há quase 30 anos, atropelada por um ônibus em cima da calçada na rua Butuí. Ela comemora o projeto Zona 30, mas pede mais providências:

— Acho que deveria ter sinaleira também.

Circulação de ônibus em Porto Alegre será reduzida no verão

A Zona 30 no bairro Cristal é a primeira de cinco áreas da Capital que deverão obrigar os motoristas a pisarem no freio em benefício de quem está a pé ou de bicicleta. O projeto também fará alterações em vias dos bairros São Geraldo, Rubem Berta, São Sebastião e na Vila João Pessoa.

A implantação já foi iniciada nos bairros Cristal, São Geraldo, São Sebastião e Rubem Berta. Todos os projetos tiveram de ser revisados e estão sendo reencaminhados para análise da Caixa em função de ajustes necessários identificados durante a execução. A instalação da nova sinalização em todos os bairros previstos deve ser concluída até o fim do primeiro semestre.

Relatório sugere regulação experimental para tecnologias de transporte em Porto Alegre

Vias do Centro Histórico receberão lombo-faixas

Avenida Borges de Medeiros ganhou uma lombo-faixa em frente ao Mercado Público
Foto: Joel Vargas / PMPA, Divulgação

Motoristas que circulam pelo Centro Histórico também terão de tirar o pé do acelerador em 2016. A prefeitura está implantando seis faixas lombo-faixas na região.

Além da Avenida Borges de Medeiros, em frente ao Largo Glênio Peres, onde o dispositivo já foi colocado, as ruas Voluntários da Pátria (perto da Rua Pinto Bandeira), Sete de Setembro (próximo à Casa de Cultura), Washington Luís (na altura do número 980 e nas proximidades da Rua Demétrio Ribeiro) e Duque de Caxias (na altura do número 426) terão travessias elevadas para pedestres.

Leia todas as notícias de Porto Alegre

Segundo a EPTC, a escolha dos locais foi baseada em critérios como a existência de polo de atração de pedestres, visibilidade, via com velocidade máxima regulamentada de 40 km/h e ausência de interferências como bocas-de-lobo e caixas de inspeção.

Veja onde serão implantadas as áreas de trânsito lento nos bairros:

São Geraldo
A área abrange o quadrilátero formado pelas avenidas São Pedro, Pernambuco, Maranhão e Amazonas. A região tem cinco entradas, sendo as principais pelas avenidas Pará e Bahia. Destaca-se a existência de quatro escolas e diversos restaurantes.

Rubem Berta
Rua Wolfram Metzler, uma das principais vias do bairro. Há duas escolas, cinco creches comunitárias, três linhas de ônibus, uma linha de lotação, posto de saúde, posto da Brigada Militar, igreja e diversos templos. Há também um CTG, várias entidades esportivas, clube de mães e um grupo de terceira idade.

São Sebastião
A área de estudo para implantação do projeto contempla a Avenida João XXIII. Há um centro comercial de grande porte, uma escola estadual e o Terminal Triângulo, além de estabelecimentos comerciais de pequeno porte na via e imediações.

Vila João Pessoa
A área contempla a Avenida Luiz Moschetti, limite entre os bairros Vila João Pessoa e Coronel Aparício Borges. Há praça, posto de saúde e três escolas na região.

O que é a Zona 30

O Projeto Zona 30 é inspirado em iniciativas que deram certo no Exterior e em outras cidades brasileiras, como Florianópolis e Rio de Janeiro. Além da redução do limite de velocidade, placas e uma série de modificações nas vias devem indicar para pedestres e motoristas que se trata de uma região especial.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.