Alta repentina

Procon notifica postos da Capital por aumento na gasolina 

De quarta para quinta-feira, preços subiram entre 30 e 40 centavos

21/07/2016 - 19h11min
Procon notifica postos da Capital por aumento na gasolina  Cristiano Estrela/Agencia RBS
Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

O Procon de Porto Alegre notificou nove postos nas avenidas Ipiranga, Farrapos e dos Estados para explicarem as razões de terem aumentado a gasolina de quarta para quinta-feira para valores muito semelhantes. Conforme o órgão de defesa do consumidor, houve um aumento súbito entre 30 e 40 centavos nas bombas, chegando ao patamar de R$ 3,89.

Leia mais:
Por que a gasolina é tão cara no Brasil? 
Gasolina e diesel terão novo aumento no Estado
Procon vai autuar produtora responsável por Festival

— É um movimento de mercado que foge da normalidade. Os donos de postos disseram que houve uma recomposição das margens de lucro, mas quando há uma linearidade nessas correções, temos de avaliar a conduta — explica Cauê Vieira, diretor do Procon de Porto Alegre.

Conforme Cauê, os preços na Capital retornaram ao patamar de março, a partir de quando houve recuo gradativo nos valores. Caso a fiscalização verifique a coincidência de preços ou movimentação conjunta de valores por grupos de postos de combustíveis, encaminhará os casos para o Ministério Público e a Delegacia do Consumidor. 

— Orientamos o consumidor para que realize pesquisa de preços e, assim, privilegie aqueles estabelecimentos que pratiquem os menores valores, o que desestimulará os postos a subirem os preços — afirma Cauê.

De acordo com Adão Oliveira, diretor do Sindicato dos Revendedores dos Combustíveis, os postos têm custos semelhantes, e se algum passa a pagar mais pela gasolina no atacado, por exemplo, é possível que outros tenham de fazer o mesmo, e repassar ao consumidor. 

— A similaridade não quer dizer que haja preço abusivo e nem formação de cartel — afirma.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.