Arte na rua

Artista alemão pinta mural no centro histórico de Porto Alegre

Henning Wagenbreth desenhou trabalho em uma parede da Rua Bento Martins

08/08/2016 - 19h02min | Atualizada em 08/08/2016 - 22h32min
Artista alemão pinta mural no centro histórico de Porto Alegre Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Quem passava pela Rua Bento Martins nesta segunda-feira estranhava uma parede que ia sendo pintada de cinza, preto e branco, na qual era possível distinguir o desenho de um carro. Na lateral, uma legenda não ajudava muito a entender do que se tratava, com a inscrição "conserto de nuvens".

O mural era o mais novo trabalho do artista gráfico alemão Henning Wagenbreth, que veio a Porto Alegre participar da feira de artes Parada Gráfica e abrir uma exposição de seus trabalho na Galeria Península, que segue em cartaz até 13 de agosto.

Leia mais:
Série de Woody Allen ganha título e data de estreia 
Qual a cor da literatura brasileira
Bruna Lombardi: "Já deveríamos estar em outro patamar da discussão feminista"

– Pensei em desenhar algo que fosse estranho de ser reparado, algo imaginativo e talvez poético – explica o artista. – Também tinha uma inquietação de falar a respeito das mudanças climáticas, da fumaça e das nuvens.

A pintura foi feita a convite da Galeria Península e estreia o projeto Outdoor Península, que pretende convidar outros artistas para mudar a cada semestre a imagem do mural, que fica na Rua Bento Martins, entre a Duque de Caxias e a Demétrio Ribeiro. A inciativa faz parte de série de ações da galeria implementadas com incentivo do Fundo de Apoio à Cultura (FAC-RS).

– A ideia é convidar para o projeto gente que não trabalha com mural, nomes da arte contemporânea – explica Denis Rodriguez.

Artista gráfico Henning Wagenbreth nasceu no lado oriental de Berlim Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Conhecido por ilustrar cartazes, revistas e livros, Wagenbreth cresceu no lado oriental de Berlim, na época em que a cidade era separada pelo muro que caiu em 1989. Com o fim da divisão do território, o artista passou a ter seu trabalho bastante requisitado pelo lado ocidental e atualmente tem sua própria galeria.

Wagenbreth ficou entusiasmado com o que viu na Parada Gráfica, que reuniu o trabalho de centenas de artistas nacionais e internacionais neste final de semana, em Porto Alegre.

– Se você é um artista, não pode esperar por ninguém. Precisa fazer seus fanzines, livros, pôsteres, participar de feiras, vender, comprar, trocar. Na Parada Gráfica, havia muitas pessoas jovens e tímidas mostrando sua arte, e isso é muito bom – diz Wagenbreth.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.