Caminho do Bem

Brinquedos encontrados no lixo ganharão nova vida e serão distribuídos no Natal

Ação está sendo desenvolvida por uma motorista de caminhão que recolhe os resíduos nos focos de lixo de Porto Alegre

24/08/2016 - 08h07min | Atualizada em 25/08/2016 - 09h46min
Brinquedos encontrados no lixo ganharão nova vida e serão distribuídos no Natal Mateus Bruxel/Agencia RBS
Cristiani recolhe, limpa e seleciona os brinquedos que pretende distribuir aos carentes no próximo Natal Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Depois de longos banhos por mais de três dias, regados a desinfetante, escovações diárias e carinho, o Piu-Piu de pelúcia deverá receber um novo dono no próximo Natal. Graças à ideia da motorista de caminhão Cristiani Michel, 43 anos, do Parque dos Maias, Zona Norte de Porto Alegre, brinquedos que foram descartados em focos de lixo da Capital, como Piu-Piu, ganharão a chance de dar alegria a crianças carentes das vilas da cidade.

Desde que se tornou motorista de um caminhão de coleta de lixo de uma empresa terceirizada da prefeitura, há seis meses, ela passou a perceber a quantidade de brinquedos descartados nas dezenas de focos visitados por dia pela equipe formada pela motorista e pelos coletores Clóvis da Rosa, 52 anos, e Paulo César Soares Rodrigues, 40 anos. Até que, no início deste mês, Cristiani motivou-se a recolhê-los e a levá-los para casa.

Sujos e maltrapilhos, os brinquedos ganham nova roupagem depois de horas no "setor de triagem" - formado pela bacia com água, detergentes, desinfetantes e escovas. Em apenas duas semanas, Cristiani já reúne mais de 50 peças. A meta é ultrapassar mais de cem e distribuí-los no Natal em alguma área carente da cidade.

Na tentativa de ampliar a rede de auxílio, no final de semana passado, ela compartilhou a ação no Facebook. Ganhou adeptos na hora. Agora, a motorista já sonha mais alto: quer transformar numa ong a ideia que começou na cabine do caminhão.


Leia mais
Freira cria projeto social para ajudar carentes de São Leopoldo
Conheça a história do Bom Velhinho da vida real

Voluntária ensina a confeccionar perucas para depois doá-las

Início
"No meu primeiro dia de trabalho, me impressionei com a quantidade de brinquedos encontrados pela nossa equipe. Até que um dia, quando paramos o caminhão na Vila Cruzeiro, fui cercada por crianças que me pediram brinquedos. Eu não tinha. Então, veio aquela ideia de 'por que não juntar os que haviam sido descartados e ainda estavam inteiros?' Não parei mais."

Descoberta
"Nas nossas andanças por mais de 50 focos diários de lixo em Porto Alegre, percebo que todo o material descartado tem alguma arrumação. Pode ser reutilizado. As pessoas descartam tudo sem pensar que aquilo pode ser utilizado por alguém. Estou tentando fazer a minha parte com este alerta."

Piu-piu vai ganhar um novo dono depois de ser recuperado por Cristiani Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Carinho
"Quando você olha o brinquedo jogado no barro, na podridão, não consegue imaginar que ele poderá voltar a dar alegria a alguém. Então, o recolho e cuido dele com carinho. Tenho certeza de que, mais tarde, ele fará a diferença na vida de uma criança."

Feliz
"Trabalhei como cobradora de ônibus e motorista. Mas, nas minhas horas vagas, sempre gostei de trabalhar com texturas e mosaicos feitos com materiais recicláveis. Trabalhar no caminhão me deu uma felicidade enorme. Estou igual a pinto no lixo."

Contágio
"O melhor de tudo é que estou contagiando os outros colegas de trabalho. Quando eles encontram um brinquedo, lembram de mim. Você tem ideia de comos estaremos até dezembro? Eu torço para que a gente bata a meta dos cem!"

Para ajudar:
* Cristiani aceita doações de brinquedos.
* O telefone para contato é 8414-2505. Mas ela só pode atender a partir das 17h. * Pessoas que quiserem fazer doações podem enviar mensagem via Whats App para Cristiani. 


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.