Acabou a espera

Jogadores se reúnem no Parque Moinhos de Vento após lançamento oficial de Pokémon Go

Febre mundial, jogo chegou ao Brasil nesta quarta-feira, após muita expectativa e impaciência de alguns

03/08/2016 - 22h00min | Atualizada em 04/08/2016 - 00h47min
Jogadores se reúnem no Parque Moinhos de Vento após lançamento oficial de Pokémon Go Felipe Nogs/Agencia RBS
Jacson Pereira e Andreus Vargas foram para o Parcão após anúncio do lançamento oficial Foto: Felipe Nogs / Agencia RBS

Se até as 18h30min desta quarta-feira, os brasileiros podiam apenas acompanhar o frenesi em outros países pelas redes sociais, no início da noite, no Parque Moinhos de Vento, em Porto Alegre, muitos já se reuniam para jogar. O jogo de realidade aumentada Pokémon Go já pode ser baixado (e jogado) por usuários Android e iOS no Brasil

No meio do parque, o estudante de Medicina Rodrigo Pedroso, 27 anos, passava de bicicleta com o celular na mão:

— Estava 10 minutos adiantado para um compromisso, vi que tinha saído o jogo e aproveitei o tempo para caçar.

Confira o vídeo:

Leia mais:

Veja se o seu celular ou tablet é compatível com o Pokémon Go
O que explica o sucesso do Pokémon Go
Pokémon Go é lançado no Brasil

O sistema de GPS do celular mapeia o local onde o jogador está e vai indicando onde estão os Pokémons, que, quando são encontrados, ativam a câmera do celular e mostram o bichinho em realidade aumentada. Daí, é só clicar em cima dele para lançar uma pokebola (dispositivo para aprisionar as criaturas).

Além de jogar sozinho, há a possibilidade de desafiar outros jogadores e treinar seus Pokémons nos ginásios — espaços destinados para essa finalidade e que também devem ser encontrados pelos participantes. A diversão está também em capturar Pokémons nos lugares mais inusitados possíveis. O Museu Memorial do Holocausto, em Washington, d.C, pediu para que as pessoas não joguem mais em suas dependências. As polícias locais já tuitam alertas de segurança para quem sai perambulando pelas ruas. E a foto de um futuro pai que pegou um Pokémon na sala de parto da esposa viralizou.

O bartender Andreus Vargas, 20 anos, estava passeando com a cachorra perto do parque quando o game foi lançado. Encontrou o militar Jacson Pereira, 27, e os dois resolveram se juntar para jogar. Muitas pessoas eram vistas reunidas por questão de segurança e diziam ter ido ao parque por ser aberto, iluminado e mais seguro. A advogada Andrea Esteves saiu com o filho Henrique e o marido para jogar. Enquanto eles caçavam, ela cuidava o caminho.

Uma das razões de Pokémon Go ter se tornado uma febre está no sistema, que alia a simplicidade de um jogo casual à tecnologia de realidade aumentada. O jogador continua precisando capturar os Pokémons como se faz há mais de 20 anos — só que ele percorre as ruas da própria cidade.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.