Transporte

Vereadores aprovam parecer, e regulamentação do Uber já pode ser votada na Câmara

Proposta do Executivo é que carros sejam cadastrados e paguem imposto

25/08/2016 - 18h00min | Atualizada em 25/08/2016 - 18h05min
Vereadores aprovam parecer, e regulamentação do Uber já pode ser votada na Câmara Omar Freitas/Agencia RBS
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Em reunião conjunta de cinco comissões permanentes da Câmara Municipal de Porto Alegre, nesta quinta-feira (25/8), foi aprovado o parecer favorável ao Projeto de Lei do Executivo que regulamenta o transporte individual de passageiros via aplicativos móveis (tipo Uber) na capital gaúcha, relatório do vereador Kevin Krieger (PP), líder do governo na Câmara. Com a votação do parecer, o projeto está apto para ingressar na ordem do dia.

Leia mais
Câmara aprova urgência na votação do projeto de lei sobre o Uber
Uber x táxi: pesquisa da UFRGS estudou qual a preferência de usuários em Porto Alegre
Taxistas e motoristas do Uber são indiciados por briga no Salgado Filho

Quatro das cinco comissões reunidas aprovaram o parecer: Constituição e Justiça (CCJ), Transportes e Habitação (Cuthab), Direitos Humanos e Defesa do Consumidor (Cedecondh) e Economia e Finanças (Cefor). Contudo, na Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam), a votação terminou empatada. Todas as emendas e subemendas ao projeto terão de ser discutidas e votadas em plenário. 

O projeto do Executivo municipal entrou em tramitação na Câmara em maio deste ano. Ele prevê, por exemplo, que as informações de cadastro de cada motorista sejam conhecidas pela prefeitura e que os veículos tenham identificação. Está prevista a cobrança de uma taxa mensal por veículo cadastrado, sob responsabilidade da empresa, no valor de R$ 182,50, e de uma alíquota do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) de 5% sobre seu faturamento.


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.