Curiosidade

Com gaitas de fole e saias kilt, banda inspirada na Escócia chamou atenção em desfile cívico-militar em Porto Alegre

Treze jovens vieram do Rio de Janeiro para se apresentar na Avenida Edvaldo Pereira Paiva

Por: Bárbara Müller
07/09/2016 - 16h10min
Com gaitas de fole e saias kilt, banda inspirada na Escócia chamou atenção em desfile cívico-militar em Porto Alegre Félix Zucco/Agencia RBS
Grupo faz parte de um projeto social que visa a inclusão de jovens da periferia de São Gonçalo (RJ) Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Uma melodia diferente chamou atenção no desfile cívico-militar que celebrou o Dia da Independência na manhã desta quarta-feira, em Porto Alegre. O som de gaitas de fole marcou presença na Avenida Edvaldo Pereira Paiva e atraiu olhares curiosos. Direto de São Gonçalo, no Rio de Janeiro, 13 meninos da Associação dos Gaiteiros Brazilian Piper — com kilts (saia masculina de tecido xadrez) e instrumentos musicais característicos da Escócia — pisaram em solo gaúcho para participar do desfile de 7 de Setembro.

A convite da Liga de Defesa Nacional do Rio Grande do Sul, o grupo desfilou com a Associação dos Amigos do Casarão da Várzea do Colégio Militar, parceira da iniciativa:

— Nós ficamos muito felizes de, no Dia da Independência, poder trazer essa alegria para todos aqueles que assistiram ao desfile. Foi o diferencial deste ano — destaca, satisfeito, o tenente-coronel Mário Gilberto Lescano, presidente da Associação dos Amigos do Casarão da Várzea e Associação de Pais e Mestres do Colégio Militar.

Veja também:
Vento forte marca desfile cívico-militar de Porto Alegre 
Grito dos Excluídos se transforma em manifestação contra Temer em Porto Alegre

Acompanhados pelo maestro José Paulo Pereira Filho, os jovens chegaram em Porto Alegre no último domingo e embarcam de volta ao Rio de Janeiro na noite desta quarta-feira, em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

— É um sonho realizado, né? Eles estudaram muito para chegar aqui e não fazer feio. E eu acho que o objetivo foi alcançado — ressalta o maestro, destacando o desenvolvimento técnico dos meninos.

A Banda de Gaitas de Fole Brazilian Piper costuma se apresentar nos desfiles de 7 de Setembro em São Gonçalo. Este ano foi a primeira vez que parte dos integrantes veio representar o grupo em outro Estado no Dia da Pátria. Outros membros do grupo já fizeram apresentações em locais como em São Paulo e Belo Horizonte.

A maior diferença notada pelos jovens não foi nem a forma como o desfile é conduzido, mas, sim, as condições climáticas. Como eles mesmos brincaram, ¿é frio à beça aqui¿. Apesar do vento forte e do dia nublado, a oportunidade de mostrar para outras pessoas a musicalidade escocesa foi única para a garotada.

— Foi uma experiência nova, muito bacana. Eu tinha muita vontade de vir aqui para o Sul — conta, com sotaque carioca, o integrante da banda Wellington Peçanha, 17 anos.

Criado em 2014, o Brazilian Piper é um projeto social que tem por objetivo educar jovens da periferia de São Gonçalo, no Rio de Janeiro, por meio da música. Considerada a maior do gênero no Rio de Janeiro, a banda conta com 65 integrantes. Inspirados na cultura escocesa, a iniciativa utiliza as gaitas de fole também como instrumento de inclusão, socialização, educação e cidadania. 

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.