Transporte

EPTC encaminha proposta que permite a taxistas oferecer descontos nas corridas 

Atualmente, Lei Geral dos Táxis não permite a cobrança de qualquer valor diferente do que conste na tabela 

Por: Bárbara Müller
05/09/2016 - 14h54min | Atualizada em 05/09/2016 - 15h04min
EPTC encaminha proposta que permite a taxistas oferecer descontos nas corridas  Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Encaminhado pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) à Câmara de Vereadores, um projeto prevê permissão para que taxistas possam oferecer descontos aos passageiros. Atualmente, a lei não permite que se faça qualquer cobrança diferente do que está estabelecido na tabela de táxi — o mesmo vale para aplicativos como Easy Taxi e 99Taxis, que não são autorizados a realizar qualquer tipo de promoção.

A proposta é uma flexibilização da Lei Geral dos Táxis (Lei nº 11.582, de 21 de fevereiro de 2014). Segundo a EPTC, o projeto foi discutido com profissionais. A ideia é que as promoções— unidas a um serviço de qualidade— possam fidelizar e atrair mais usuários de táxi, além de acirrar a disputa com serviços como o Uber, por exemplo.

—Queremos o fim desse modo engessado de trabalhar. Achamos importante que o serviço de táxi também possa realizar promoções, já que hoje o valor é um fato decisivo para o cliente— explica o diretor-presidente da EPTC Vanderlei Cappellari.

Veja também:
Empresas de ônibus da Capital vão pedir revisão de contrato
Vereadores aprovam parecer, e regulamentação do Uber já pode ser votada na Câmara

A proposta foi anexada ao projeto de lei de qualificação dos táxis de Porto Alegre que será votado pelo Legislativo. De acordo com Cappellari, foi pedido que, se possível, os vereadores analisem a proposta na mesma sessão que discutirá o projeto que regulamenta aplicativos de transporte.

Aplicativo permite avaliação de serviço

Outra alternativa encontrada pelo Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre foi a implantação do aplicativo Sintaxi, disponível para Android e iOS, lançado na tarde desta segunda-feira. Sem custo ao usuário, o app permite avaliar o serviço em notas de um a cinco. Após ser avaliado duas vezes com nota três, o taxista será excluído do aplicativo. Também é possível que o passageiro escolha se quer viajar com motorista homem ou mulher. Até o fim desta manhã, 97 taxistas estavam cadastrados na ferramenta.

De acordo a empresa Fanganito Informática, que desenvolveu o app, a ferramenta já possui espaço para descontos — por enquanto, inoperante—, caso o projeto de flexibilização da tarifa seja aprovado.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.