Tradicionalismo

Extinção da Chama Crioula marca o fim do Acampamento Farroupilha

Cerimônia contou com a presença de representantes das entidades organizadoras e do prefeito de Porto Alegre, José Fortunati

20/09/2016 - 20h47min
Extinção da Chama Crioula marca o fim do Acampamento Farroupilha Carlos Macedo/Agencia RBS
Fortunati (D) ajudou a apagar a Chama Crioula Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

No final da tarde deste domingo, a extinção da Chama Crioula marcou o encerramento das atividades do Acampamento Farroupilha, seguida por dois shows. A cerimônia contou com a presença de representantes das entidades organizadoras e do prefeito de Porto Alegre, José Fortunati.

Leia também
Variedade de cuias é atração no Acampamento Farroupilha

Veja cinco comidas gaudérias que fazem sucesso no Acampamento
Em videográfico, veja como foi a Tomada de Porto Alegre, que marcou o início da Revolução Farroupilha

Os números de público, que superaram a expectativa, são vistos como um reflexo do planejamento por Giovani Tubino, coordenador do Acampamento Farroupilha:

— É uma atuação em cima das entidades que acampam, conscientizando que elas não só fazem parte do evento, elas são o evento. Então, precisam ajudar na administração. Isso é um diferencial que conseguimos: os patrões, os associados, as entidades estão entendendo que o acampamento é para o público em geral, não somente para as suas festas. Isso é a abertura dos portões para que as pessoas vivenciem a cultura gaúcha.

Tubino diz que, mesmo com a crise, a área de feira segue movimentada.

— Temos a ideia de que as vendas estão da mesma forma do ano passado — relata.

O período de desmonte do acampamento se estende até 30 de setembro.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.