Multas

"Não teremos mais radar escondido", garante diretor-presidente da EPTC 

Marcelo Soletti também garantiu que agentes não farão mais ações para flagrar atuação de motoristas do Uber e outros aplicativos 

Por: Jocimar Farina e Zero Hora
15/02/2017 - 10h35min | Atualizada em 15/02/2017 - 19h45min
"Não teremos mais radar escondido", garante diretor-presidente da EPTC  Thalles Campos/PMPA,Divulgação
Foto: Thalles Campos / PMPA,Divulgação  

O diretor-presidente da EPTC, Marcelo Soletti, garante que as fiscalizações com radar móvel ganharão mais visibilidade em Porto Alegre. Em entrevista ao Gaúcha Atualidade nesta quarta-feira, ele prometeu que não haverá mais agentes com controladores de velocidade escondidos atrás de muros, placas ou veículos.

— Não cabe ao servidor público estar atrás de uma árvore, escondido naquilo que está fazendo. Fiscalização é transparência — avalia.

Houve mudança também nas abordagens dos veículos do transporte individual de passageiros. Desde o começo do ano, a EPTC deixou de montar campanas para flagrar a atuação de motoristas do Uber e de outros aplicativos em Porto Alegre. Como o serviço de transporte individual de passageiros por meio de aplicativos ainda não foi regulamentado, as fiscalizações podem ainda ocorrer, mas é preciso que os motoristas sejam flagrados pelos agentes de trânsito.

Leia mais
"Não tem nenhuma novidade nisso", diz ex-diretor-presidente da EPTC
Empresas de ônibus se queixam de prejuízo e EPTC decide cortar horários

De acordo com Soletti, as equipes à paisana estão focadas agora na fiscalização de uso irregular do cartão TRI, no transporte clandestino de ônibus escolares, além de reclamações de usuários sobre táxis e lotações. Somente em 2017, a EPTC já aplicou R$ 150 mil em multas às empresas de ônibus. Foram aplicadas 300 autuações pelo não cumprimento de tabela horária e outras cem por falta de limpeza nos veículos.

Especialistas comentam posição do diretor-presidente da EPTC

O posicionamento do novo diretor-presidente da EPTC gera opiniões divergentes. Professor da UFRGS e doutor em Transportes, João Fortini Albano compara a decisão a uma faca de dois gumes: enquanto minimiza a sensação do condutor de que teria "caído numa armadilha", pode diminuir também a eficiência da fiscalização.

— A potencialidade de ser multado mantém o condutor alerta para não ser flagrado. Ao passo que ele está enxergando de forma bem ostensiva, vai se cuidar e, depois, ficará sem nenhuma preocupação — diz.

André Luis Souza de Moura, diretor do Departamento de Direito de Trânsito do Instituto dos Advogados do Rio Grande do Sul (IARGS), considera a atitude de Soletti "um olhar novo". Além de realizar a fiscalização em posições notáveis, defende ainda a divulgação dos locais onde haverá o uso do radar junto a veículos de comunicação e na internet:

— Temos o princípio da publicidade, que é um princípio constitucional da administração pública e, por consequência, de todos os atos da administração pública.

Cronograma sobre instalação de GPS em ônibus deve ser divulgado em março

Em março, a EPTC espera poder divulgar um cronograma sobre a instalação do GPS nos ônibus. A ferramenta permitiria, por exemplo, que o usuário pudesse acompanhar o trajeto feito pelos veículos. Para evitar que o investimento deste benefício seja repassado para o valor da passagem, Soletti informa que a prefeitura busca uma forma para minimizar esse impacto.

Sobre o novo valor da passagem de ônibus em Porto Alegre, Soletti informou que a EPTC aguarda o desfecho das negociações envolvendo os rodoviários e as empresas. O cálculo feito atualmente projeta que a tarifa poderia ser reajusta para até R$ 4,05.

— A perda de passageiros preocupa. Precisamos retomar a quantidade de usuários do transporte público e qual a menor forma de impactar a tarifa e agregar qualidade — projeta o diretor-presidente da EPTC.

Soletti está no cargo desde 1º de janeiro. Ele ainda aguarda confirmação do prefeito Nelson Marchezan Júnior de que permanecerá no cargo.

*Colaborou Jéssica Rebeca Weber

Orla do Guaíba: veja o que foi feito e o que ainda falta terminar
Gratificações inflam salários de CCs na prefeitura em até 10 vezes

Leia mais notícias de Porto Alegre

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.