Alterações no trânsito

Operação tapa-buracos vai reparar 36 vias em Porto Alegre

Obras iniciaram nas Avenidas Osvaldo Aranha e Protásio Alves nesta segunda-feira. Previsão é de que reparos nas vias sigam até agosto

06/02/2017 - 11h57min | Atualizada em 06/02/2017 - 11h57min
Operação tapa-buracos vai reparar 36 vias em Porto Alegre Felipe Daroit/Rádio Gaúcha
Foto: Felipe Daroit / Rádio Gaúcha  

A prefeitura de Porto Alegre iniciou nesta segunda-feira uma operação tapa-buracos em diversas regiões da Capital. De fevereiro até agosto, 36 ruas e avenidas irão receber intervenções no asfalto. As obras começaram pelas Avenidas Osvaldo Aranha e Protásio Alves — duas das vias com maior movimento na Capital e que apresentavam buracos e desníveis. 

Na avenida Osvaldo Aranha está bloqueado o trecho entre as ruas Sarmento Leite e Paulo Gama, no sentido centro-bairro. Com isso, os veículos que saem do do Túnel da Conceição em direção ao bairro tem de utilizar o desvio no entorno na reitoria da UFRGS para depois acessar a Osvaldo Aranha. A alteração gerou congestionamentos durante a manhã. 

Leia mais
Marchezan anuncia 14 nomes selecionados pelo Banco de Talentos
Protesto de rodoviários atrasa saída de ônibus na zona norte da Capital
Depois do temporal de janeiro de 2016, o que mudou em Porto Alegre

Os trabalhos de reparos das vias serão realizados entre 7h e 16h. As empresas vão trabalhar em trechos de 1 km por dia, aproximadamente, por isso vários bloqueios serão realizados ao longo da avenida até o dia 18 de fevereiro, prazo para conclusão desta parte dos trabalhos. 

Na Avenida Protásio Alves, a operação tapa-buracos será realizada entre a avenida Saturnino de Brito e Ramiro Barcelos. Na manhã desta segunda-feira, os trabalhos iniciaram com bloqueio no sentido bairro-centro, entre a Avenida Saturnino de Brito e a Rua Conde da Figueira. Por ser uma via mais extensa, os trabalhos na Protásio Alves devem se estender até o dia 18 de março.

Não haverá bloqueio nos corredores de ônibus nas duas avenidas e a Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC) informou que não é possível realizar as obras durante a madrugada em função da lei do silêncio. 

Ao longo dos próximos meses, serão realizadas obras de recuperação do asfalto em ao menos outras 30 vias, como Mauá, Nilo Peçanha, Felipe de Oliveira, Carazinho, 24 de outubro e avenida do Forte, entre outras. 

As obras são realizadas com recursos na Corporação Andina de Fomento (CAF) e terão custo em torno de R$ 30 milhões.

Confira as via que passarão por reparos na Capital:
Fevereiro
- Avenida Protásio Alves (06/02/2017 - sentido Bairro-Centro - 20/02/2017 - sentido Centro-Bairro)
- Avenida Osvaldo Aranha

Março
- Avenida Saturnino de Brito (06/03/2017 - sentido Av. Protásio Alves-Av. Assis Brasil - 20/03/2017 - sentido Av. Assis Brasil-Av.Protásio Alves)
- Rua São Benedito
- Rua Santa Izabel

Abril
- Avenida do Forte (03/04/2017 - sentido Av.Protásio Alves-Av.Assis Brasil - 17/04/2017 - sentido Av. Assis Brasil-Av.Protásio Alves)
- Avenida Mauá
- Rua Dr. Barros Cassal

Maio
- Avenida Adelino Ferreira Jardim (01/05/2017 - sentido R. Silvio Delmar Holembach-R. da Poesia - 15/05/2017 - sentido R. da Poesia-R. Silvio Delmar Holembach)
- Avenida Eng. Frederico Dahne
- Avenida Pernambuco
- Rua Guilherme Alves
- Rua Ferreira Viana
- Rua Eça de Queiroz
- Avenida Faria Lobato

Junho
- Rua Senhor do Bom Fim
- Avenida Souza Melo
- Rua Felipe de Oliveira
- Rua Felizardo Furtado
- Rua Mariz e Barros
- Rua Sacadura Cabral
- Avenida Montenegro
- Rua Carazinho
- Avenida Nilópolis

Julho
- Avenida Toledo Piza
- Avenida Vinte Um de Abril
- Avenida Alcides Maia
- Avenida Nilo Peçanha
- Rua Casemiro de Abreu

Agosto
- Rua Vinte Quatro de Outubro
- Avenida Minas Gerais
- Rua São Nicolau

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.