Cobrança de débitos

Prefeitura de Porto Alegre vai notificar mais de 53 mil contribuintes com dívidas de IPTU

A expectativa é receber cerca de 15% dos R$ 100 milhões devidos

14/02/2017 - 14h43min | Atualizada em 14/02/2017 - 14h43min
Prefeitura de Porto Alegre vai notificar mais de 53 mil contribuintes com dívidas de IPTU Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS  

A partir desta quarta-feira, a prefeitura de Porto Alegre vai notificar contribuintes que possuem débitos com IPTU e taxa de coleta de lixo. Há ainda uma pequena parcela de devedores do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) que também receberão correspondências. O total devido por esse grupo é superior a R$ 100 milhões. A expectativa é receber cerca de 15% do valor. É possível fazer a quitação em cota única, sem desconto, ou parcelada. As informações são da Rádio Gaúcha.

— A proposta que enviamos é de até 36 parcelas, mas o contribuinte pode procurar a Secretaria Municipal da Fazenda se quiser fazer em mais vezes — relata o superintendente da Receita Municipal, Fabrício Dameda.

É possível dividir o débito em até 72 parcelas, desde que o pagamento mensal não fique abaixo de R$ 30. Para solicitar essa condição, o cidadão deve ir até a Travessa Mário Cinco Paus, s/nº, no Centro Histórico, ou ligar para o telefone 156, opção 4.

Leia mais
Calote ao IPTU pode resultar em perda do imóvel para o devedor
Prefeitura de Porto Alegre começa ofensiva para discutir revisão do IPTU 
Pagamento antecipado do IPTU diminui, mas arrecadação aumenta em Porto Alegre

Planta de valores
Uma das ações que serão adotadas durante o ano é a atualização a planta de valores da Capital. A medida, que deve encontrar forte resistência da população e até da Câmara Municipal, já foi mencionada pelo prefeito Nelson Marchezan Junior, mas ainda não tem prazo para conclusão. A referência para a cobrança do tributo não é atualizada há 24 anos e está defasada em diversos casos. Ao todo, 70% dos imóveis de Porto Alegre estão registrados com valores inferiores a R$ 80 mil.

Quem não quitar os débitos fica impedido de emitir Certidão Negativa de Débito junto à prefeitura e pode sofrer protesto em cartório. Os nomes dos contribuintes com dívidas podem ser inscritos em listas como do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) e do Serasa. O Executivo pode, ainda, entrar na Justiça e solicitar a penhora do imóvel, em casos de débitos com IPTU.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.