Protestos

Manifestantes ligadas ao MST realizam ato pelo Dia da Mulher no centro da Capital

Grupo de mulheres protesta contra o pacote de medidas do governo Temer. Protestou foi encerrado na Praça da Matriz

Por: Zero Hora
08/03/2017 - 06h50min | Atualizada em 08/03/2017 - 11h41min
Manifestantes ligadas ao MST realizam ato pelo Dia da Mulher no centro da Capital Ronaldo Bernardi/Agência RBS
Foto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS  

Assim como em anos anteriores, centenas de mulheres ligadas à Via Campesina e ao MST se reuniram no Dia Internacional da Mulher para realizar manifestações em diversas cidades do país. Em Porto Alegre, o protesto iniciou às 6h na BR-290, onde as integrantes dos movimentos bloquearam a Ponte do Guaíba no sentido Interior/Capital, e seguiram em direção ao centro da cidade.

Durante três horas de caminhada, o grupo de mulheres percorreu as Avenidas Sertório, Farrapos, Mauá, finalizando a primeira parte do ato em frente prédio do INSS, ao lado do Mercado Público. Após isso, se deslocaram pela Avenida Borges de Medeiros até a Praça da Matriz, onde seguem concentradas na praça. Não há bloqueio de vias na região.

Leia mais:
Marcha 8M convoca greve de mulheres e tem agenda de manifestações
As tendências que pluralizaram o movimento feminista no Brasil
Comandante Nádia: queremos respeito, igualdade e dignidade!

Portando cartazes com os dizeres "Mulheres na luta contra Reforma da Previdência", "Mulheres nas ruas", "Defesa dos direitos dos trabalhadores", entre outros, as manifestantes protestam contra o atual governo. De acordo com nota divulgada pelo MST, o tema dos atos deste ano "é um grito de resistência frente ao pacote de medidas do governo de Michel Temer que prevê, dentre outras coisas, a reforma da Previdência Social".

Foto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS

*ZERO HORA

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.