Centro Histórico

Vereador de Porto Alegre propõe palcos móveis no Largo Glênio Peres e na Esquina Democrática

Conforme Cassiá Carpes, o objetivo do projeto é tornar as manifestações artísticas e culturais mais organizadas

Por: Zero Hora
29/06/2017 - 10h00min | Atualizada em 29/06/2017 - 10h00min
Vereador de Porto Alegre propõe palcos móveis no Largo Glênio Peres e na Esquina Democrática Lauro Alves/Agencia RBS
Largo em frente ao Mercado Público é um dos espaços escolhidos pelo vereador Foto: Lauro Alves / Agencia RBS  

Um projeto de lei do vereador Cassiá Carpes (PP), já em tramitação na Câmara Municipal, propõe a instalação de palcos móveis em dois locais de Porto Alegre com grande movimentação de artistas de rua — a Esquina Democrática e o Largo Glênio Peres, ambos no Centro Histórico.

De acordo com o vereador, o objetivo do projeto é tornar as manifestações artísticas e culturais no centro da cidade mais organizadas. Se a lei for aprovada, será atribuição do município instalar os palcos, agendar as apresentações e controlar o nível de ruído nos locais.

Leia mais: 
Antes de pontos para food trucks funcionarem, decreto é questionado
Vereadores derrubam veto de Marchezan e teto salarial será de R$ 30,4 mil

— Alguns estabelecimentos do Centro reclamam do som dos artistas de rua, que, às vezes, é muito alto. A prefeitura teria de estabelecer o limite de ruído e controlar os horários de apresentação — explica Carpes.

— A ideia é também valorizar os artistas. Hoje em dia, eles ficam espalhados pelo Centro. Tenho certeza de que, apresentando-se em um lugar mais destacado, o trabalho deles será mais visto e apreciado.

Até a tarde de ontem, 30 artistas de rua já haviam aderido a um abaixo-assinado para apoiar a iniciativa.

— Acho que seria ótimo para a gente. O palco nos daria mais visibilidade — defende o gaiteiro Paulo César Lima, que há 10 anos se apresenta no Largo Glênio Peres. 

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.