Política

Vereador de Porto Alegre vai devolver parte do salário após reajuste 

Felipe Camozzato (Novo) diz que ainda não sabe como fará a ação

25/06/2017 - 19h03min | Atualizada em 25/06/2017 - 19h03min
Vereador de Porto Alegre vai devolver parte do salário após reajuste  Andieli Silveira/CMPA
Foto: Andieli Silveira / CMPA  

O vereador de Porto Alegre Felipe Camozzato (Novo) vai devolver cerca de R$ 500 por mês, o equivalente ao aumento de 4,08% concedido aos parlamentares. Ele afirma que não concorda com o reajuste, já que a crise financeira atinge as contas do município. As informações são da Rádio Gaúcha.

— Temos uma posição muito clara em contrariedade ao aumento de gastos do Estado. Temos que dar o exemplo — relata.

Camozzato diz que ainda não sabe como fará a ação. Entre as opções, está a devolução à própria Câmara de Vereadores e a doação a entidades assistenciais. Segundo o parlamentar, parte dos assessores do gabinete também demonstrou interesse em aderir à iniciativa.

Leia mais
Vereadores aumentam os próprios salários e passam a receber R$ 13,5 mil
"Dinheiro tem, o que falta é capacidade de administração", diz Fortunati sobre Marchezan

O reajuste anual aos vereadores e funcionários da Câmara da Capital, concedido em maio conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), é previsto em lei. Com o aumento concedido em 2017, os salários dos parlamentares passaram de R$ 12.984 para R$ 13.513.

Demais servidores

Os servidores vinculados à prefeitura também contam com uma lei que concede a reposição inflacionária. No entanto, o prefeito Nelson Marchezan encaminhou projeto à Câmara de Vereadores para revogar o dispositivo, alegando falta de recursos. Ele recuou da decisão devido à falta de apoio dos parlamentares.

A Secretaria da Fazenda da Capital já anunciou que vai parcelar salários dos servidores a partir deste mês.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.