Impasse

Após paralisação, coleta de lixo domiciliar é retomada em Porto Alegre

Trabalhadores afirmaram que, se os salários não estiverem  em suas contas bancárias até o final da manhã, voltarão a paralisar as atividades

10/07/2017 - 08h57min | Atualizada em 10/07/2017 - 09h01min
Após paralisação, coleta de lixo domiciliar é retomada em Porto Alegre Felipe Daroit/Rádio Gaúcha
Foto: Felipe Daroit / Rádio Gaúcha  

Garis que trabalham para a Empresa Belém Ambiental, responsável pela coleta do lixo domiciliar em Porto Alegre, retomaram as atividades por volta das 8h desta segunda-feira (10). Inicialmente, eles afirmaram que não iriam sair do galpão da empresa, localizado na zona norte da Capital, enquanto não recebessem os salários atrasados. 

Após negociação com a empresa, os trabalhadores decidiram iniciar o trabalho, mas afirmaram que, caso o dinheiro relativo aos salários não for depositado nas contas bancárias até o fim da manhã, voltarão a paralisar as atividades.

Leia mais
Secretário de Serviços Urbanos de Porto Alegre projeta normalização da coleta de lixo para esta segunda-feira
Juíza manda prefeitura pagar parcela atrasada a terceirizada do DMLU
Atraso de salário prejudicou coleta de lixo em Porto Alegre no sábado

O impasse teve início no sábado, quando a parcela que deveria ser paga pela prefeitura não entrou na conta da empresa e os garis ficaram sem receber. A Belém Ambiental acionou a Justiça, que determinou que o município pague até esta segunda-feira o valor de R$ 3,6 milhões. 

De acordo com a prefeitura, o montante já estava previsto para ser pago nesta segunda. Diversos bairros da Capital gaúcha estão com acúmulo de lixo, principalmente aqueles onde não há presença de contêineres.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.