Terceira tentativa

Nova licitação dos relógios de rua de Porto Alegre deve ser lançada em até 60 dias

Previsão da prefeitura é que instalação dos novos equipamentos ocorra no ano que vem; equipamentos foram desativados em julho de 2015

19/07/2017 - 10h49min | Atualizada em 19/07/2017 - 10h50min
Nova licitação dos relógios de rua de Porto Alegre deve ser lançada em até 60 dias Joel Vargas/PMPA
Foto: Joel Vargas / PMPA  

Em até dois meses, a prefeitura de Porto Alegre deverá concluir o edital da licitação que pretende contratar a nova administradora dos relógios de rua da Capital. A expectativa da administração municipal é iniciar a retirada dos antigos equipamentos e a instalação dos novos a partir do começo do próximo ano.

De acordo com o secretário municipal de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi, a nova concorrência será mais objetiva e simples.

— Vamos abrir nova licitação agora, com 150 locais pré-definidos. Haverá câmeras de rua nos equipamentos — garantiu Vanuzzi, em entrevista ao Gaúcha Atualidade desta quarta-feira (19). 

Leia mais:
Prefeitura corta pré-vestibular gratuito para alunos de baixa renda 
Criação de serviço de motossocorristas para o Samu segue sem previsão

Ele também afirmou que, tão logo seja lançada a concorrência dos relógios, a prefeitura tratará de realizar a licitação que irá instalar placas de rua pela cidade. 

Terceira tentativa para religar relógios
Esta será a terceira tentativa para tentar religar os relógios, que foram desativados em julho de 2015. Na ocasião, a prefeitura rompeu o vínculo com a empresa que fazia a manutenção dos equipamentos, que havia sido contratada sem licitação. 

Nas duas concorrências anteriores, durante a gestão do prefeito José Fortunati, empresas não manifestaram interesse na primeira disputa. Na segunda vez, o processo foi suspenso após questionamentos do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

GAÚCHA

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.