Saúde

Reduz procura pelas UPAs, mas emergências de hospitais seguem lotadas

Prefeitura orienta população para procurar Unidades Básicas de Saúde nos casos com menor gravidade

23/07/2017 - 18h58min | Atualizada em 23/07/2017 - 19h06min

As emergências de pelo menos seis hospitais de Porto Alegre seguem superlotadas neste domingo (23), segundo levantamento da Secretaria de Saúde da Capital. Mas a boa notícia fica por conta da redução na demanda das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). 

Apenas a emergência adulto da UPA Bom Jesus está lotada, com 19 pessoas para sete leitos. Na pediátrica, porém, sobram vagas. Na tarde deste domingo, ninguém estava internado nos cinco leitos da unidade.

A situação se inverte na UPA Moacyr Scliar, na Zona Norte. A unidade está com a emergência pediátrica superlotada, com oito pacientes para quatro leitos. Já no atendimento adulto, são 12 internados para 17 vagas.

Conforme dados da prefeitura, as UPAs da Cruzeiro do Sul e Lomba do Pinheiro estão desafogadas neste domingo. Na primeira são oito pacientes para 12 leitos, na adulto; e um internado para quatro vagas, na pediátrica. Já na Lomba do Pinheiro, são sete atendidos para nove leitos na emergência adulto e dois pacientes para quatro vagas, na pediátrica.

Para evitar a superlotação em emergências, a Secretaria de Saúde orienta que a população busque atendimento conforme o quadro específico de cada paciente. Em casos sem gravidade, por exemplo, de acordo com um levantamento feito recentemente pela secretaria, 90% dos casos são resolvidos nas duas Unidades de Saúde Básica (UBS) que funcionam em horário estendido, até as 22h: Posto de Saúde Modelo, no bairro Santana, e São Carlos, no Partenon. 

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.