Obras

Tapa-buracos: primeira semana da operação em Porto Alegre tem trechos com serviço por fazer

ZH percorreu, na segunda-feira, 14 vias contempladas na etapa inicial

Por: Bárbara Müller
13/07/2017 - 21h25min | Atualizada em 13/07/2017 - 21h56min

Após a retomada das operações tapa-buracos, devido à renegociação de dívidas relacionadas ao fornecimento de areia por parte das empresas responsáveis em encaminhar a matéria-prima às usinas de asfalto da Capital, a prefeitura de Porto Alegre prometeu acelerar o serviço e realizar, só na semana passada, melhorias em 47 trechos de avenidas e ruas. Na segunda-feira, a reportagem de ZH percorreu 14 vias contempladas no cronograma da primeira semana da ação para conferir a condição das mais movimentadas.

Veja também:
Após prefeitura negociar dívidas, operação tapa-buraco é retomada
Recursos para tapar buracos foram liberados após negociação, afirma secretário

Da Zona Norte à Zona Sul, foram encontrados problemas que ainda não foram resolvidos: alguns pontos que estavam na programação do início de julho, como é o caso da Rua dos Maias e da 24 de Outubro, estão com buracos no asfalto. Nas avenidas Sertório e Oscar Pereira, por exemplo, apesar das marcas de remendo, ainda há rachaduras e pequenas obstruções ao longo da via. Já nas avenidas Coronel Marcos, Juca Batista e Protásio Alves, foram encontradas marcas de reparos e não há buracos abertos.

Um cronograma semanal com a identificação dos trechos de vias que precisam de conserto é divulgado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim) para que os porto-alegrenses fiquem de olho no trabalho realizado pelo órgão.

De acordo com a Smim, mais de 300 operações, entre conservação asfáltica e terraplenagem de ruas, foram realizadas desde o início de junho. O órgão explica que a programação de cada semana é dinâmica — às vezes, o serviço fica para outro dia para dar prioridade aos buracos emergenciais e demandas que possam surgir na hora e que oferecem mais risco ao trânsito. Na operação, o reparo de trincas, rachaduras e ondulações não está contemplado.

Avenida Sertório

No trecho entre a Severo Dullius e a Assis Chateaubriand, no sentido Centro-bairro, é possível notar as marcas de um asfalto recém foi colocado para tapar os buracos da via. A reportagem contou 25 buracos tapados. Mesmo com a operação, a estrada ainda apresenta rachaduras e pequenos buracos, como é o caso do que foi encontrado entre a Avenida Rio São Gonçalo e a Rua Filipinas. No sentido contrário, entre as avenidas Assis Brasil e dos Gaúchos, 17 buracos foram tapados. Há ondulações no asfalto próximo à Rua Serafim de Alencastro.

Foto: Bárbara Müller / Agência RBS

O que diz a Smim: "Av. Sertório está contemplada nos serviços da próxima semana. Será feita manutenção entre o número 9.772 e a Rua Rafael Zippin".

Avenida Pernambuco

Apresenta bom asfalto somente entre o trecho das vias Cristóvão Colombo e Farrapos. Há duas marcas de remendo na esquina com a Travessa Azevedo. Entre as ruas Lauro Müller e Dona Teodora, a via é de paralelepípedo, com alguns pedaços de asfalto espalhados pelo trecho — que, pelo tom cinza desbotado, não foram colocados lá recentemente.

O que diz a Smim: "Essa manutenção (do trecho entre a Lauro Müller e a Dona Teodora) está em avaliação e deve ser contemplada nas próximas semanas. Não há previsão definitiva".

Rua dos Maias

O asfalto apresenta ondulações próximo às paradas de ônibus. No trecho entre as avenidas Bernardino Silveira Pastoriza e Bernardino Silveira Amorim, a reportagem encontrou diversos buracos. O reparo estava programado para o dia 3 de julho.

Foto: Bárbara Müller / Agência RBS

O que diz a Smim: "Foi realizada manutenção do número 666 ao 1.200, totalizando 123 buracos, na terça e na quarta-feira" desta semana.

Avenida Protásio Alves

A reportagem encontrou asfalto novo na Protásio Alves — entre a Avenida Coronel Lucas de Oliveira e a Rua Eça de Queiroz, não há defeitos no asfalto. A sinalização ainda não foi pintada no sentido Centro-bairro.

Avenida Antônio de Carvalho

O asfalto da Antônio de Carvalho, próximo à Protásio Alves, apresenta dois remendos com pequenas corrosões e rachaduras, formando pequenos buracos, no sentido bairro-Centro.

Foto: Bárbara Müller / Agência RBS

O que diz a Smim: "Existem buracos de pequenas proporções no local. A conclusão da conservação asfáltica está contemplada e estava prevista para esta semana, entretanto, devido ao surgimento de novas e importantes demandas, o serviço entrou na previsão para a próxima semana".

Rua 24 de Outubro

Na altura do MC Donald's e do Parcão, a reportagem encontrou seis buracos abertos. Há ondulações no asfalto próximo às paradas de ônibus. O reparo estava programado para 7 de julho.

O que diz a Smim: "A manutenção foi realizada na quarta-feira (12) nos buracos existentes no local. As ondulações serão contempladas em um segundo momento. A prefeitura realiza, no momento, conservação asfáltica emergencial".

Avenida Oscar Pereira

Os consertos estavam previstos nos trechos entre a Rua Águas Mortas e o Hospital Divina Providência (Centro-bairro) e entre as ruas Santiago Dantas e Cuiabá (bairro-Centro). A reportagem encontrou alguns buracos nos dois sentidos. Os buracos ficam próximo à Avenida Coronel Aparício Borges.

Foto: Carolina Cattaneo / Agência RBS

O que diz a Smim: "O buraco informado em frente ao posto trata-se de um tampão desnivelado, de responsabilidade não identificada. As depressões existentes no local serão niveladas com asfalto, assim como o tampão. Ou seja, está contemplado, será conservada, a previsão era para esta semana, mas, devido às novas e importantes demandas, está incluído o serviço na programação da próxima semana".

Avenida Icaraí

A maior parte do asfalto da Icaraí parece novo, não há remendos. 

Avenida Wenceslau Escobar

É possível ver que vários trechos receberam manutenção asfáltica. Mas a avenida ainda tem buracos e ondulações. Quase na esquina com a Rua General Rondon, há um buraco em uma parada de ônibus que aparenta ser antiga. Em frente a um posto de combustíveis, os buracos existem há tempo, de acordo com frentistas.

Foto: Carolina Cattaneo / Agência RBS

O que diz a Smim: "O buraco na parada de ônibus não é antigo. O trecho citado tem trincas, couro de jacaré, com o asfalto desprendendo-se, formando os buracos. Será feita uma análise para ver a possibilidade de selagem das trincas. No momento, a prefeitura trabalha efetuando conservação asfáltica emergencial".

Avenida Coronel Marcos

O asfalto parece novo e é possível perceber que foram feitos consertos em alguns trechos. Entre as ruas Dona Elvira e Déa Coufal, há marcas de manutenções asfálticas.

Avenida Serraria

No começo da avenida, há reparos no asfalto. Mais adiante, os buracos começam a aparecer. Entre a Avenida Guarujá e a Rua Osório Mendes Ouríques, há pontos com buracos e oscilações na via.

Foto: Carolina Cattaneo / Agência RBS

O que diz a Smim: "Estamos trabalhando apenas com os buracos. Fendas e ondulações serão analisados em outro momento. Os buracos serão tapados".

Estrada João Antônio da Silveira

No começo da estrada, foram feitos consertos no asfalto. Mais adiante, há muitos buracos e desníveis, principalmente próximos a Avenida Doutor João Dentice.

O que diz a Smim: "Os buracos grandes, que poderiam causar acidentes, já foram tapados".

Avenida Juca Batista

Foto: Carolina Cattaneo / Agência RBS

A reportagem não encontrou buracos — há várias marcas de reparos. Próximo à Estrada Cristiano Kraemer, foram realizadas manutenções asfálticas.

Estrada João Oliveira Remião

A estrada apresenta buracos e não há marcas de manutenção asfáltica. Próximo a Estrada Afonso Lourenço Mariante, há buracos e ondulações.

O que diz a Smim: "O trabalho nesta via começou em 10 de julho, e as equipes continuam trabalhando no local".


*Colaborou Carolina Cattaneo

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.