Patrimônio cultural

A Esquina Democrática em cinco olhares: Francisco, o engraxate

Trabalhador atende clientes no cruzamento das vias Andradas e Borges de Medeiros

Por: Jéssica Rebeca Weber
15/09/2017 - 21h34min | Atualizada em 15/09/2017 - 22h32min
A Esquina Democrática em cinco olhares: Francisco, o engraxate Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS  

Tradicional ponto de manifestações em Porto Alegre, cruzamento da Rua dos Andradas com a Avenida Borges de Medeiros foi alçada a patrimônio cultural de Porto Alegre há exatos 20 anos. Conheça o espaço por meio de olhares de quem atravessa a Esquina Democrática diariamente.

Das 7h às 19h na Borges, Francisco Machado da Silva, 52 anos, fica sentado de frente para a Esquina Democrática. Com seis escovas e alguns frascos de cera dispostos alinhadamente sobre um caixote de madeira, o engraxate aguarda os clientes, que estão mais raros do que na época que chegou ali, há três décadas, segundo ele. 

Leia mais:  
Os protestos criativos na Esquina Democrática 

Antigamente, fazia 25 graxas por dia. Agora, quando faz 15, fica feliz.

— Tem muito tênis, muita camurça. Mas sempre tem um sapatinho velhinho — relata. 

Chico conta que, para ele, a Esquina Democrática é trabalho. Mas diz que "vê de tudo" por ali.

— Tem protesto, tem festa, às vezes tem briga também. E tem louco para tudo, é devagar, é ligeiro, é gente falando sozinha, no telefone no meio da rua...

Nascido no bairro Bom Jesus, o hoje morador do Cristal orgulha-se em falar que Sebastião Melo, Assis ("o irmão do Ronaldinho") e até o falecido Jamelão foram seus clientes. E garante: tem papo para agradar qualquer um.

— Crise, política, futebol... Qualquer assunto que tu conversar comigo, eu converso contigo. 

 Clique e veja outros olhares:
Abraham, o anjo da arte de rua  
Ana Paula, a observadora do alto
Jaci, o dono da banca de revistas
Jair Krischke, o militante por democracia

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.