Bactéria em queijo

Secretaria da Saúde mantém suspensão da venda de fatiados do Zaffari apenas em uma loja

Na quinta-feira, Estado e município anunciaram que bactéria foi encontrada em produto no Bourbon Ipiranga

01/09/2017 - 17h52min | Atualizada em 01/09/2017 - 20h15min

A suspensão da venda de produtos fatiados pela Cia Zaffari, que havia sido determinada em todas as unidades de Porto Alegre, ficou restrita ao Bourbon Ipiranga desde a tarde desta sexta-feira (1º). De acordo com uma notificação da Equipe de Vigilância de Alimentos (EVA), órgão da Secretaria Municipal de Saúde, a rede está autorizada a comercializar frios fatiados em indústrias com rótulo de inspeção de órgãos da Agricultura e pela central de produção da empresa.

Classificada como indústria e fiscalizada pelo Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de origem animal, a central de produção — que atende ao Bourbon Assis Brasil e a outras 16 unidades da Capital —, teve laudos negativos para a bactéria Listeria monocytogenes, diferentemente do Bourbon Ipiranga, cujo resultado foi positivo.  

Leia mais:
"Não há risco de epidemia", dizem secretários de Saúde sobre bactéria
Tire suas dúvidas sobre a bactéria e saiba o que fazer se você comprou fatiados
 
Polícia Civil vai investigar contaminação em fatiados da rede Zaffari

Conforme a prefeitura, para fatiar frios nas lojas, a empresa deverá fazer procedimentos chamados de limpeza terminal no maquinário e em locais de fatiamento e manipulação, além de apresentar laudos negativos para o microrganismo para cada loja. Os procedimentos foram definidos em reunião realizada na tarde desta sexta.

"A unidade que teve laudo com presença da bactéria continuará não processando produtos no local, até que sejam feitas novas verificações e ocorra a devida liberação sanitária. Ainda por precaução, esta unidade, por ora, só comercializará produtos fatiados pré-embalados, processados fora da unidade", ressalta nota da Cia Zaffari divulgada na tarde desta sexta-feira, reforçando que "todos os produtos fatiados disponíveis na rede estão liberados para consumo".

A devolução de produtos, que o Zaffari havia autorizado em todas as unidades, ocorrerá apenas no Bourbon Ipiranga. A empresa diz que "o processo de troca se dá com a apresentação do alimento, não sendo necessária a embalagem e a nota fiscal".

Na quinta-feira, as secretarias de Saúde do Estado e do município anunciaram que a bactéria foi encontrada em uma amostra de 250g de queijo da marca Zaffari na loja Bourbon Ipiranga, que acarretou na suspensão da venda. As autoridades reforçaram que não há risco de epidemia. A Secretaria Municipal da Saúde não registrou, até esta sexta-feira, casos relacionados ao microrganismo, que pode causar problemas gastrointestinais, como diarreia. 

Leia a nota divulgada pela Cia Zaffari:

"Recebemos hoje os laudos oficiais do LACEN (Laboratório Central de Saúde Pública) sobre as amostras realizadas em unidades da empresa localizadas no Município de Porto Alegre, a pedido da Secretaria Municipal da Saúde, dentro da rotina de monitoramento da qualidade sanitária.

Todos os laudos atestaram condições satisfatórias à exceção de um laudo, de um lote de queijo fracionado, na unidade do hipermercado Bourbon Ipiranga, para venda na própria loja. Portanto, a presença da bactéria se ateve a um único lote de queijo, de uma única loja.

Não apresentou registro de Listeria a unidade de processamento da Avenida Assis Brasil, que atende ao hipermercado Bourbon Assis Brasil e outras lojas de Porto Alegre. A unidade, registrada no Serviço de Inspeção Municipal (SIM), de Porto Alegre, está liberada pelo órgão fiscalizador para retomar as suas atividades de processamento e de distribuição para todas as lojas.

A unidade que teve laudo com presença da bactéria continuará não processando produtos no local, até que sejam feitas novas verificações e ocorra a devida liberação sanitária. Ainda por precaução, esta unidade, por ora, só comercializará produtos fatiados pré-embalados, processados fora da unidade.

O monitoramento técnico continuará a ser realizado, sob orientação dos órgãos fiscalizadores, ampliando-se os cuidados e análises visando a garantir a qualidade dos produtos apresentados aos consumidores.

A empresa reforça que todos os produtos fatiados disponíveis na rede estão liberados para consumo.

Como funciona habitualmente, qualquer cliente que procurar as unidades da empresa terá atendimento imediato no sentido de esclarecer suas dúvidas.

A Cia Zaffari reafirma o seu compromisso de prestar os melhores serviços às comunidades onde atua."

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.