Porto Alegre

Novos ônibus (e nova tarifa) são o assunto pelas ruas de Porto Alegre

Começaram a circular nesta segunda-feira os 296 veículos novos, em substituição a antigos. Passagem foi de R$ 3,25 a R$ 3,75

Por: Jéssica Rebeca Weber
22/02/2016 - 20h35min
Novos ônibus (e nova tarifa) são o assunto pelas ruas de Porto Alegre Jéssica Rebeca Weber/Agência RBS
Ônibus novos, com novas cores, começaram a circular nesta segunda Foto: Jéssica Rebeca Weber / Agência RBS
 

Os ônibus novos, que entraram em circulação com uma tarifa 50 centavos mais salgada, foram assunto nas ruas de Porto Alegre nesta segunda-feira. Mas nem todas as informações que corriam de boca em boca estavam certas, a começar pela crença de que todos os 296 veículos colocados nas ruas em substituição a antigos teriam ar-condicionado.

O prefeito José Fortunati chegou a garantir que todos os coletivos novos estavam equipados com ar. Mas, de acordo com o presidente Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, apenas 210 dos novos ônibus são climatizados.

AO VIVO: Bloco de Luta faz protesto contra aumento da tarifa de ônibus
Sete anos após última licitação, lixeiras novas começam a ser instaladas
Moradores da Cidade Baixa protestam contra Carnaval com faixas pretas

— Cada consórcio tinha de calcular quantos veículos precisavam comprar com ar hoje para atingir os 25% que obrigatoriamente deveriam ser climatizados. Está de acordo com o edital — afirma.

Todos os consórcios cumpriram a determinação de, já no começo do novo sistema de transporte, oferecer ao menos 25% dos veículos com o sistema de refrigeração. A Carris tem 58% da frota climatizada, e os consórcios que ainda têm menor porcentagem são Mais e Via Leste, com 25,19%. Hoje, um terço da frota total da cidade é climatizado. A meta é de que todos os ônibus tenham ar-condicionado em 10 anos, mas o presidente da EPTC afirma que a evolução se dará rapidamente:

— Cada ano haverá renovação de 10% da frota, aproximadamente 180 ônibus por ano. Em cinco anos, 75% da frota toda vai ter ar- condicionado.

Os novos ônibus, que segundo Cappellari foram encomendados após a licitação, renderam um aumento de 12 veículos na frota de 1.715 ônibus, de acordo com a EPTC. Mais 60 veículos devem ser comprados para entrar em circulação até fevereiro de 2018.

As carrocerias receberam a coloração azul para as linhas que atendem a Zona Norte (antigo consórcio Conorte), verde para Leste (antiga Unibus), vermelho para Sul (antiga STS) e amarelo para Carris, que pintou veículos que já estavam em uso desde o último ano. De acordo com Cappellari, esses ônibus não foram contabilizados na nova frota divulgada.

A dona de casa Marlene Pereira Fernandes, 58 anos, aprovou o conforto do ônibus novo na linha Juca Batista. Mas torceu o nariz para a tarifa:

— Eu achei ótimo, só que a passagem está doendo para o pessoal.

O cálculo para o aumento leva em conta o menor valor definido no ato da abertura das propostas das empresas, em julho de 2015, acrescidos da inflação (IPCA) dos últimos sete meses e do dissídio dos rodoviários, o que levou a um aumento de 15,38%. A tarifa foi de R$ 3,25 para R$ 3,75 nos ônibus da Capital e de R$ 4,85 para R$ 5,60 nos lotações.

Leia mais notícias de ZH Pelas Ruas

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.