Mobilidade

EPTC afirma que liberará faixas preferenciais de ônibus em dias de greve do transporte público

Medida consta em lei elaborada pelo vereador Pablo Mendes Ribeiro

11/07/2017 - 20h51min | Atualizada em 11/07/2017 - 21h08min
EPTC afirma que liberará faixas preferenciais de ônibus em dias de greve do transporte público André Feltes/Especial
Foto: André Feltes / Especial  

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) afirmou, nesta terça-feira, que liberará "faixas preferenciais" de ônibus em dias de greve no transporte público de Porto Alegre para circulação de carros e caminhonetes. A medida será adotada a partir de projeto aprovado na Câmara Municipal, de autoria do vereador Pablo Mendes Ribeiro (PMDB).

O texto elaborado pelo parlamentar utiliza o termo "faixas exclusivas" quando se refere aos espaços para coletivos delimitados por uma faixa azul. Na avaliação da EPTC, no entanto, a expressão significa o mesmo que "corredores de ônibus" — por isso, o órgão disse a ZH, na segunda-feira, que, com a medida, não teria como garantir a segurança de pedestres.

"Ocorreu um equívoco na indicação do termo correto ao vereador. O certo é 'faixas preferenciais'", disse o órgão.

Leia mais:
Nove em cada 10 mortes no trânsito da Capital são de pedestres ou motociclistas
Após ATP anunciar suspensão de linhas de ônibus, prefeitura de Porto Alegre estuda transferência à Carris

Desfeito o engano, a EPTC diz que adotará a iniciativa nas avenidas Cavalhada e Nonoai (4,4 km), Icaraí e Chuí (2,2km), Brasil (750m), Assis Brasil (4km) e Bento Gonçalves (1,1km) em dias de greve.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.