Interiores

Cinco ideias para apartamento pequeno

E outras soluções de decoração e materiais para o primeiro apê de um jovem que mora sozinho

26/10/2016 - 00h05min | Atualizada em 26/10/2016 - 13h39min

Prático e sem obras para que o orçamento fosse cumprido. O primeiro apartamento de um jovem ganhou o seu estilo na compensação e estudo de gastos.

– O morador quis investir no piso de porcelanato com aparência de cimento e no sofá confortável. Nas demais escolhas, dosávamos nos preços atrás de outras possibilidades – afirma a arquiteta Victoria Rizzo, que assina o projeto.

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

Entre as ideias, pintar a parede da cozinha com tinta de lousa, abrir mão do forro de gesso, revestir móveis sob medida com madeira de pínus e melamina, entre outras estratégias.

Parquê antigo volta a cena neste apartamento em Porto Alegre
Reforma em apartamento de 60 metros quadrados investe na faceta jovem da moradora

O único quebra-quebra foi previsto ainda na planta: uma mureta de alveraria atrás do sofá, para ser usada como aparador, foi eliminada, e o valor negociado com a construtora para que fosse erguida a bancada divisória da cozinha. A palavra-chave aqui, como se vê nas dicas ao lado, é fazer uma previsão exata do que se quer antes de ir às compras.

CINCO DICAS

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

Foco na parede: pintura de lousa colore a cozinha. Para a área molhada e atrás do fogão, 25cm de altura de granito são suficientes para a manutenção da limpeza.

Móveis estreitos: nichos abertos e fechados com 40cm de profundidade dão suporte à bancada da cozinha americana. O pínus – mais em conta e de reflorestamento – foi a madeira eleita para móveis, como o tampo do aparador embaixo da televisão.

Sem rebaixo de gesso: para não ultrapassar os custos, a iluminação foi trabalhada com trilhos e pendentes. No jantar, um rasgo de 5cm na laje e uso de fio plastichumbo ajudou a centralizar a luminária.

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

Encoste a mesa na parede: no dia a dia ganha-se em circulação. Quando é necessário, basta afastar e incluir uma cadeira.

Opções para o mesmo efeito: a parede com aparência de tijolos foi revestida por porcelanato. Mas a arquiteta afirma que, hoje, papéis de parede e adesivos reproduzem bem o visual. "Não indico, porém, para a churrasqueira, por causa do calor".

ÁREA ÍNTIMA

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

No dormitório principal, a posição do guarda-roupa era um problema no layout. Caso a arquiteta projetasse o móvel na parede logo à frente da cama, além de não deixar espaço para a pessoa passar, a profundidade poderia cobrir parte da janela, que ocupa quase toda a lateral do quarto de 10 metros quadrados.

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

– Desenhamos um armário em formato de L na parede oposto à janela e, em uma das laterais desta estrutura, uma bancada divisória baixa, com interior para camisas. Não fizemos alta para o quarto não ficar com a sensação de estar muito fechado pelo volume de armários – explica Victoria Rizzo.

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

O piso vinílico compõe com a melamina amadeirada, a mesma da cabeceira da cama. Para as portas de correr, foi eleito o vidro jateado.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.