Retorno com estilo

FOTOS: Reforma total devolveu a Porto Alegre um Cisne Branco moderno e aconchegante

Projeto foi assinado pelas arquitetas Monique Fontes e Ágatha Arboitte

17/03/2017 - 10h00min | Atualizada em 17/03/2017 - 10h00min
FOTOS: Reforma total devolveu a Porto Alegre um Cisne Branco moderno e aconchegante Marcelo Donadussi/Divulgação
Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação  

O barco é o mesmo, mas o traje está novinho em folha. Após virar com a tempestade que atingiu a Capital em 29 de janeiro de 2016, o Cisne Branco passou por oito meses de restauro. Retornou diferente ao Guaíba em 27 de setembro.

– O principal foi modernizar o barco porque ele já tem 38 anos. Como não precisava aproveitar nada, havia apenas o casco, a gente pôde ousar – explica a arquiteta Monique Fontes, que assina o projeto ao lado de Ágatha Arboitte.

Leia mais:
Aprenda a dividir os ambientes utilizando as portas de correr
Saiba como mesclar materiais e ideias para deixar sua casa elegante sem perder o design alto-astral
Aprenda a aplicar o preto na medida e sem pesar na decoração

O desafio foi buscar materiais que tornassem a embarcação mais elegante, fossem leves e resistentes às intempéries. Por isso, a dupla de arquitetas trabalhou junto a um engenheiro naval.

– Por causa da capacidade do barco, os materiais precisam ser leves, então não usamos pedra, por exemplo – diz Monique.

Saíram as chapas de aço e o piso de basalto, entraram os pisos vinílicos, forro de PVC, mobiliário de MDF.

O esforço compensou: a capacidade do barco aumentou de 200 para 300 pessoas.

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

VISTA DESIMPEDIDA
Espaço privilegiado do barco, o convés superior ganhou cordões com lâmpadas de LED soltas, que embelezam o passeio. Ficou mais aconchegante com deque de grápia e mobiliário de compensado naval, ideal para o ar livre. A transferência do reservatório de água potável e do sistema de tratamento de esgoto abriu espaço para mais mesas

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

CONTEMPORÂNEA E MAIS SEGURA
A danceteria, no deque inferior, exibe mobiliário com linhas sinuosas e refletores de LED RGBW que mudam de cor. As janelas, que contribuíram para a submersão, agora são todas estanques e com vidro especial

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

MAIS ACONCHEGO COM A LUZ INDIRETA
Para tornar mais aconchegante o restaurante, no segundo andar, as arquitetas criaram sancas no forro e empregaram fitas de LED para uma iluminação indireta. As arandelas são um toque charmoso

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação
Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação
Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

Leia outras notícias sobre Casa & Cia em ZH

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.