Ambiente Profissional

Cimento queimado, pintura de mandala e móveis de madeira com ferro transformam loja

18/04/2017 - 11h00min | Atualizada em 18/04/2017 - 11h00min

Há quase 20 anos no mercado com a venda de comidas congeladas lights, a proprietária desta loja percebeu que, toda vez que retiravam os produtos no horário do meio-dia, os clientes sentiam falta de um local onde pudessem aproveitar a "viagem" e almoçar.

Para criar um espaço destinado para mesas, e assim ampliar a oferta de serviços, uma reforma redefiniu o layout dos 60 metros quadrados da empresa. Entre áreas de preparo e de armazenamento, um aconchegante salão foi projetado pelo escritório Lp 21, da arquiteta Li Puente e do engenheiro civil Marcelo Moraes.

Foto: Samir Hoffschneider / Divulgação

Leia mais:
Painéis de parede trazem três opções de textura
Três dicas para usar o cinza no décor

– A primeira intervenção foi a retirada de uma parede para aumentarmos a área de loja. Optamos por viga metálica para reforço estrutural e mudamos as posições das portas internas para facilitar e agilizar o fluxo do serviço – explica Li.

No décor, entre as ideias pensadas especialmente para o local estão as luminárias, com ponteiras feitas com fouet de cozinha com pintura eletrostática laranja. Visual que compõe com o ferro preto e cimento na lista de elementos que remetem à estética industrial. 

Preto e madeira

A porta desenhada especialmente para o local segue a proposta de mistura de materiais aplicada aos móveis

Foto: Samir Hoffschneider / Divulgação

Pátina em três tons

Antes com gesso, o forro agora tem o revestimento de madeira com tábuas pintadas artesanalmente para imprimir o visual antiguinho


Foto: Samir Hoffschneider / Divulgação

FOCO NO PISO 

Neste projeto, Li escolheu a técnica de junta serrada para dilatação do cimento queimado, finalizando com a pintura de mandala da artista plástica Virginia Giulian. 

Outras opções, conforme a arquiteta, são as juntas de dilatação plásticas com cores, que permitem a criação de desenhos ou delimitação de áreas. Também é possível personalizar com madeira, tijolos, etc.

Para investir em uma cor, uma sugestão é misturar o pó xadrez pigmentado na massa ou no processo da queima. 

VEJA MAIS FOTOS DO PROJETO:

Foto: Samir Hoffschneider / Divulgação
Foto: Samir Hoffschneider / Divulgação
Foto: Samir Hoffschneider / Divulgação
Foto: Samir Hoffschneider / Divulgação
Foto: Samir Hoffschneider / Divulgação
Foto: Samir Hoffschneider / Divulgação


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.