Tendência

Veja cinco ideias para um quartinho de bebê com temática náutica

A partir de uma marcenaria clean foi possível criar soluções com tecidos, palhinha e corda de poliéster

18/05/2017 - 11h00min | Atualizada em 18/05/2017 - 11h00min
Veja cinco ideias para um quartinho de bebê com temática náutica Vanessa Bohn/Divulgação
Foto: Vanessa Bohn / Divulgação  

Uma temática neutra, mas cheia de bossa. As arquitetas Victória Redecker e Jéssica Sperb transformaram um quartinho de bebê em uma doce embarcação por meio de referências náuticas. O azul-marinho e o vermelho marcam presença nos tecidos e em móveis pontuais, como a cômoda que ganhou uma pintura alto-brilho especialmente para o ambiente.

Tudo, porém, sem abrir mão da base neutra, que garante vida longa à marcenaria sob medida.

– A cliente já havia comprado algumas peças que sugeriam a proposta do navy, o que foi ótimo. Adoramos projetar quartos infantis temáticos, sem perder a suavidade – conta Victória.Para piso e parede (revestida por papel), materiais pensados para não enjoar e que trouxessem praticidade foram eleitos. O destaque é o vinílico, que, além da facilidade na hora da limpeza, ajuda a incluir aconchego na composição por meio da textura que recria o visual da madeira.

Varal com sacos de tecido
As cordas de poliéster remetem à temática do ambiente e servem de base para pendurar os saquinhos em que são guardadas as fraldas.

Iluminação indireta
Uma cabeceira estofada com tecido cinza-claro tem corda de LED para criar um efeito mais acolhedor. Outro detalhe: as profissionais centralizaram o berço, garantindo acesso pelas duas laterais.

Foto: Vanessa Bohn / Divulgação

Futon de apoio
Um colchão com medidas de solteiro fica sobre o móvel, com uma capa para fazer o papel de sofá no dia a dia. As almofadas ampliam o visual náutico do espaço.

Gavetas revestidas
Desenhadas para guardar brinquedos, as três gavetas são revestidas por tecido de algodão listrado. Os puxadores de couro azul foram encomendados para o projeto.

Foto: Vanessa Bohn / Divulgação

Portas de palhinha
As duas arquitetas desenharam o armário e indicaram o uso de palhinha nas portas: além da questão estética, é eficiente na circulação de ar, mantendo as roupas longe da umidade.

Foto: Vanessa Bohn / Divulgação

Tendência de gente grande
Como um "pulo do gato" das soluções, as prateleiras ganharam a mesma corda do varalzinho. O plano de fundo é o papel de parede geométrico

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.