Preparação para a prova

Confira seleção de atualidades que podem ser cobradas no Enem 2016

Questões exploradas pela mídia são chave na prova, mas escândalos de corrupção e impeachment no Brasil devem ficar de fora do teste

Por: Rossana Silva - Especial
18/10/2016 - 12h10min | Atualizada em 18/10/2016 - 12h10min
Confira seleção de atualidades que podem ser cobradas no Enem 2016 AMEER ALHALBI/AFP
Guerra na Síria é um dos temas que podem ser abordados pelo exame Foto: AMEER ALHALBI / AFP


Durante a época pré-Enem, jornais e revistas se transformam em material didático para os estudantes. Acompanhar temas contemporâneos explorados pela mídia é essencial para conseguir um bom desempenho em questões de atualidade.


Ainda que em 2016 os acontecimentos em território brasileiro como o impeachment da presidente Dilma Rousseff e os escândalos de corrupção envolvendo partidos políticos tenham predominado nas manchetes, não houve tempo hábil para que fossem contemplados pelo exame.

— O processo de formulação de questões para o Enem demora pelo menos um ano — explica o professor de geografia Luís Cerveira, do Colégio Sinodal de São Leopoldo.

Por isso, a exemplo de anos anteriores, o cenário internacional deve prevalecer, mas o Brasil pode ser lembrado por episódios como o das jornadas de junho de 2013 e a tragédia ambiental provocada pelo rompimento da barragem em Mariana (MG).

Leia mais:
Enem concentra prova de Humanas em temas sociais
Cartilha de Redação do Enem é divulgada
RS tem a sexta melhor média entre escolas participantes do Enem

O professor de geografia do Universitário Richard Kalil ressalta que, apesar de ficar de fora do Enem, as notícias que pontuaram o notíciário brasileiro edevem ser cobradas em vestibulares como o da UFRGS. Daí a importância de os alunos não descuidarem das notícias exploradas ao longo do ano. Veja as dicas de temas que, segundo Cerveira e Kalil, merecem ser revisados.

Estado Islâmico

Foto: Twitter / Reprodução

Nos últimos anos, a insurgência que pretende impôr uma versão ultraconservadora do islamismo tem avançado por territórios importantes como Iraque e Síria. O grupo dissemina o terror por meio da violência e divulga na internet gravações da execução de vítimas inocentes, além de aniquilar minorias étnicas e destruir templos sagrados e de patrimônios da humanidade.

África

Foto: AFP PHOTO / BOKO HARAM

A região africana da Bacia do Lago do Chade, (que inclui Nigéria, Camarões, Chade e Níger) teve mais de 2,2 milhões de pessoas deslocadas nos últimos anos devido à violência do grupo armado Boko Haram. A organização terrorista combate a influência ocidental e defende a implantação da lei islâmica, a sharia. Utiliza atentados e sequestro de mulheres, utilizando-as para a obtenção de resgates.

Guerra na Síria

Foto: AMEER ALHALBI / AFP

Iniciada em 2011, a revolta na Síria contra o regime de Bashar al-Assad se transformou em uma devastadora guerra que já deixou mais de 300 mil mortos, segundo balanço de setembro. O conflito deixou o país em ruínas, metade da população deslocada e mais de 4 milhões de refugiados, uma população que cresce cada vez mais e sofre com pobreza e problemas de saúde.

Junho de 2013

Foto: DANIEL TEIXEIRA / ESTADÃO CONTEÚDO

Milhares de jovens foram às ruas de capitais como Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro em protestos contra o aumento no preço da passagem de ônibus. A mobilização despertou reivindicações sociais represadas, como o fim da corrupção da classe política e a melhoria da qualidade dos serviços públicos, dando origem a manifestações massivas com objetivos fragmentados.

Esteja bem informado

¿ Esteja atento a jornais, revistas e mídias como o Twitter, mas pesquise a origem da notícia e sua contextualização com acontecimentos históricos.

¿ Leia o enunciado da pergunta com atenção. A prova costuma trazer, além de uma alternativa correta, uma resposta que também está certa, mas não se relaciona com o enunciado.

¿ Procure organizar suas fontes de notícias com aplicativos que salvam links para a leitura posterior, como o Pocket.

Como as questões são elaboradas

¿ Professores de todo o Brasil elaboram questões a partir de temas da atualidade.

¿ As questões são avaliadas e testadas pelo Inep, responsável pela elaboração do Enem.

¿ As que forem aprovadas passam a compor um banco de questões.

¿ Um sorteio escolhe quais delas farão parte da prova, que costuma ser finalizada entre junho e julho.

¿ As provas dos últimos anos trouxeram entre duas e cinco questões referentes a atualidades.

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.