Retrato gaúcho

O que os dados do MEC mostram sobre a educação no RS

Estado avança nos indicadores dos primeiros anos escolares, mas não atinge metas no final do Ensino Fundamental e no Ensino Médio

07/10/2016 - 14h53min | Atualizada em 07/10/2016 - 15h04min
O que os dados do MEC mostram sobre a educação no RS Carlos Macedo/Agencia RBS
Ensino nos anos iniciais vai bem, mas perde em qualidade no final do Ensino Fundamental e durante todo o Médio Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Uma série de dados divulgados nas últimas semanas pelo Ministério da Educação (MEC) ajuda a traçar um panorama sobre como anda a educação no Rio Grande do Sul. Números sobre os ensinos Fundamental, Médio e Superior mostram que a situação, apesar de eventuais melhorias, ainda requer atenção — em especial na rede pública.

Leia mais:
Número de professores com doutorado no Ensino Superior cresceu 124% na última década
MEC admite que reforma do Ensino Médio pode ficar para 2019

Foram divulgados, desde o início de setembro, três importantes índices sobre todas as etapas da educação, básica e superior, no país: o Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb), principal indicador de qualidade dos ensino Fundamental e Médio; as médias das notas por escola do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015, que ajudam a entender como os estudantes têm se saído na principal prova do ensino básico; e o Censo da Educação Superior, que mostra um panorama das graduações e pós-graduações.

Ainda neste ano, deve ser divulgado o Índice Geral de Cursos (IGC), considerada a principal avaliação das instituições de Ensino Superior no Brasil.

ENSINO FUNDAMENTAL

Bem nos anos iniciais, abaixo da meta nos finais

O desempenho do Rio Grande do Sul é melhor nas séries iniciais (1º ao 5º ano), chegando a uma média de 5,7 — quando a meta para o Estado no ano passado era de 5,6. Segundo dados do Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb), a rede estadual alcançou o valor definido para a meta do ano: 5,5. Na rede privada, a nota ficou em 7,4, acima da meta. Nas séries finais do fundamental (6º ao 9º ano), houve avanço, mas o Estado não atingiu a meta, de 5,1.

ENSINO MÉDIO

Sexto lugar em desempenho no Enem por escola

O Rio Grande do Sul ocupa a sexta posição do ranking nacional das notas médias por escola do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2015. O Estado, que já liderou a lista em 2011, vem perdendo posições ao longo dos anos — nesta última avaliação, ficou no mesmo patamar de 2014. Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná superam os gaúchos. Apenas uma escola do RS está entre as cem melhores do Brasil: o Colégio Politécnico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), que ficou na 33ª posição.

Pior desempenho em mais de uma década no Ideb

O Estado alcançou, em 2015, o pior desempenho desde o início da série histórica do Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb), em 2005. A nota alcançada no ano passado foi 3,6. Em 2005, a média era 3,7. Os dados levam em conta todas as redes de ensino. O Ideb é calculado a partir do rendimento escolar (taxas de aprovação e abandono) e do desempenho dos alunos em provas amostrais aplicadas a cada dois anos pelo MEC. O Rio Grande do Sul está em 13º lugar quando comparado com todas as unidades da Federação.

ENSINO SUPERIOR

Muito mais universitários na rede privada 

Nas instituições de educação superior, o Rio Grande do Sul segue a tendência nacional de ter muito mais universitários estudando na rede particular de ensino. Segundo o Censo da Educação Superior, foram 395.851 matrículas em cursos presenciais de graduação em 2015, sendo 24,50% no ensino público e 75,50% na rede particular.

Segunda melhor universidade do país em 2014

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) recebeu o segundo maior conceito do país no Índice Geral de Cursos (IGC), indicador do MEC que leva em conta em conceitos de graduação e pós-graduação. A avaliação analisa todas as universidades e institutos federais do Brasil. As universidades privadas do Estado também apresentaram bom desempenho — todas tiveram notas igual ou acima de 3 no IGC, divulgado no final de 2015. O próximo deve sair até dezembro.

* Zero Hora e Rádio Gaúcha

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.