Versão mobile

Estado

Jovens dão dicas de destinos no Rio Grande do Sul

O Kzuka ouviu quais são os principais lugares que a galera prefere aqui no Rio Grande do Sul

09/05/2012 | 17h47
Jovens dão dicas de destinos no Rio Grande do Sul Charles Dias/Especial
O Templo Budista é uma ótima atração em Três Coroas Foto: Charles Dias / Especial

Oeste do Estado

Convidamos o comunicador da Rádio Atlântida e apresentador do Patrola, na RBS TV, Luciano Potter para falar sobre a sua região. Para quem ainda não sabe, o cara é filho do Alegrete, um dos locais onde o tradicionalismo é mais evidente no Estado.

"O Rio Grande do Sul, verdadeiro, cuiudo, é o do Oeste. Um Estado que se chamaria Rio Grande do Sul do Oeste. Lá, na Fronteira,‘us guri se separam dus homi’. E é pra lá que tu tem que despejar os níqueis da guaiaca. Quer conhecer o gaucho – sem acento mesmo, porque vem do castellano – que tanto é vangloriado em cantorias de torcida e na capital acariocada Porto Alegre? Vai pra Fronteira. Te descarrega numa estância, no pampa, onde o horizonte se esparrama até onde‘ as vista alcança’. Tenho dito."

Ruínas de São Miguel das Missões

Um dos símbolos mais importantes do Estado é o Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo, nos Sete Povos das Missões. O local é patrimônio mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura ( Unesco) e é cheio de história.

"É importante conhecer as ruínas de São Miguel devido ao belo trabalho feito pelos Jesuítas, tanto no que se refere à organização, como de reunir os guaranis, à vida cívica e à igreja, por meio da catequização. Acho que todos deveriam ir a esse lugar pelo menos uma vez na vida, é mágico."

Bárbara Kraemer Ferreira, estudante

Gramado e Canela

Um dos destinos preferidos da galera no inverno. Gramado e Canela se transformam e um dos principais points brasileiros. É na região que ocorrem os festivais de Cinema e Mundial de Publicidade e Propaganda, Chocofest e Natal Luz. Todo mundo sobe a Serra para esperar a neve, que por vezes nem aparece.

"O pessoal precisa se dar conta da beleza da serra gaúcha. Para mim, as paisagens tanto de Gramado quanto de Canela são as mais bonitas que eu já vi por aqui. O ar da cultura alemã deixa qualquer um deliciado. Adoro o passeio de teleférico de frente para a cascata do Caracol. A Páscoa em Gramado é imperdível, pois as fábricas de chocolate são fortíssimas, e a Chocofest acaba sendo o evento do ano, seguida do Natal. Gramado e Canela têm de ser exploradas juntas, mas demoraria pelo menos um semana para conhecer todas as coisas legais para se fazer lá."

Alexia Müller Utz, estudante

Oktoberfest

A tradicional festa alemã tem versões importantes em Santa Cruz do Sul, Igrejinha e Santa Rosa. A festa, original de Munique, na Alemanha, ganhou o mundo e é uma das mais tradicionais do nosso Estado, que tem uma grande colônia germânica.

"É a melhor festa que existe no mundo. Muita diversão, chope gelado. É impossível parar de dançar as músicas das bandinhas alemãs. Já fui a Santa Rosa, Santa Cruz e, no ano passado, a Igrejinha, localizada a 82 quilômetros de Porto Alegre. A dica é: compre o chapéu tradicional e a caneca. Você estará pronto para a Oktober do ano que vem."

Rodrigo Adams, assistente de conteúdo do Kzuka

Templo Budista de Três Coroas

Imagine visitar um pedaço do Oriente aqui mesmo no Rio Grande do Sul. É essa sensação de quem visita o Khadro Ling, popularmente conhecido como Templo Budista de Três Coroas. Lá funciona o Chagdud Gonpa Brasil, entidade sem fins lucrativos que estuda a prática do budismo.

"O lugar é lindo. Tanto as paisagens quanto as construções. Dá vontade de ficar olhando cada pintura, cada escultura, cada ornamento, cada detalhe. Lá dentro tu tens a liberdade de passear, conhecer os espaços, aprender sobre budismo, além de participar de uma meditação pela manhã."

Eduarda Alcaraz, estudante

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.