Versão mobile

Ano agitado

Dez eventos que vão movimentar o Reino Unido em 2014

Exposições, encenações teatrais e celebrações de datas marcantes estão entre os destaques

13/02/2014 | 08h02
Dez eventos que vão movimentar o Reino Unido em 2014 Pawel Kowalczyk/Shutterstock.com
Novidades agitam o ano na terra da rainha Foto: Pawel Kowalczyk / Shutterstock.com

Muita coisa acontecerá no Reino Unido no ano que vem. Desde grandes eventos esportivos a aniversários literários, passando por novas experiências culturais e a aberturas de hotéis badalados.

Veja as dez grandes novidades na Inglaterra, Escócia e no País de Gales previstas para esse ano:

450 anos de Shakespeare

Este será o momento ideal para visitar o local de nascimento do escritor, em Stratford-Upon-Avon, onde seu legado será celebrado com eventos durante o ano todo, inclusive com uma “Semana de Shakespeare” em março. Em Londres, o famoso Shakespeare's Globe Theatre, será palco da primeira apresentação de Hamlet em uma ambiciosa turnê que começará no dia 23 abril, aniversário do dramaturgo, e terminará em 23 de abril de 2016, quando será celebrado os 400 anos de sua morte.

Cena da peça teatral Ricardo III
Foto: Hugo Glendinning

Tour de France - le Grand Départ de Yorkshire

A mais famosa competição de ciclismo do mundo normalmente se inicia fora da França, e a honra de sediar o Grand Départ é muito disputada. Yorkshire venceu a concorrência para a largada em 2014. Fãs e espectadores poderão explorar a cidade, que abriga dois parques nacionais - o Yorkshire Dales e o North York Moors - onde encontram-se cenários de cartão postal por todos os lados. O local também é conhecido pela sua comida, atividades ao ar livre e opções de acomodação variadas. O Tour de France também passará pela cidade universitária de Cambridge, onde a maioria dos moradores se locomove pelas históricas ruas de pedra em bicicletas, e então irá para Londres.

  Ciclistas na cidade de York
Foto: Hugo Glendinning


Esporte na Escócia

Glasgow, sede dos Commonwealth Games 2014 (Jogos da Comunidade Britânica) em julho, está pronta para receber muitos visitantes e agito. Novos locais deram vida a East End e um programa cultural exibirá a arte e a música da cidade. De gaitas de foles a clubes noturnos, Glasgow é considerada a Cidade da Música pela UNESCO. Além disso, é uma ótima oportunidade para viajar por outras partes da Escócia: a uma hora de Glasgow, está o Lago Lomond e o Parque Nacional Trossachs para quem deseja um passeio com retorno no mesmo dia ou para um fim de semana em meio à natureza.

Já em setembro, todas as atenções se voltam para o golfe com a Ryder Cup, que ocorrerá no lendário Gleneagles, em Perthshire. É um grande acontecimento, pois o país, lar do esporte, sediou o torneio apenas uma vez.

Homecoming escocês

Celebração que conta com uma série de atividades o ano todo para complementar seus dois maiores eventos esportivos - a Ryder Cup e os Commonwealth Games. O Homecoming é uma campanha que tem o objetivo de estimular todos a visitarem a Escócia, desde escoceses e seus descendentes vivendo em outros países até turistas que admiram o destino. Os cinco temas abordados serão culinária e bebida, atividade, criatividade, natureza e ancestralidade.

Reabertura do Queen Elizabeth Olympic Park

Desde as Olimpíadas de 2012, pessoas de todo o mundo estão familiarizadas com as pontas triangulares do Estádio Olímpico, o ondulado e futurístico Centro Aquático e a Órbita ArcelorMittal vermelha e retorcida que foram ícones do Parque Olímpico. Transformado e sob novo nome, o Queen Elizabeth Olympic Park reabrirá completamente para o público. A partir da primavera, o parque apresentará várias atrações como concertos e testes no velódromo e nas piscinas de padrão olímpico. Graças aos Jogos de 2012, o leste de Londres passou por algumas modificações e se tornou um destino animado. Oferece lojas independentes, bares e cafés modernos e, para os aficionados em compras, o Westfield Stratford City, o maior shopping center da Europa.

Relaxando no Quenn Elizabeth Park
Foto: Hugo Glendinning


Centenário da Primeira Guerra Mundial

O Reino Unido, assim como grande parte dos países, vai lembrar a data que marca os cem anos da eclosão do primeiro grande conflito global. O Museu Imperial da Guerra (IWM) será o núcleo das exibições e atividades no país e foi fundado em 1917, enquanto as hostilidades ainda ocorriam, para garantir que futuras gerações entendessem as causas e consequências do combate.

Centenário de Dylan Thomas

O poeta, famoso por Under Milk Wood, terá sua vida e obra celebradas durante o ano inteiro com uma programação de eventos por todo o País de Gales, incluindo Swansea, cidade onde nasceu, e o belo vilarejo litorâneo de Laugharne, no sudoeste do país, onde viveu. O Festival Literário de Laugharne exibirá “The Dylan Weekends” em três ocasiões diferentes do ano. Under Milk Wood terá leitura com transmissão ao vivo, filme e apresentação do National Theatre Wales em março; a obra também será apresentada na forma de ópera em turnê pelo País de Gales a partir de abril. Já The Dylan Odyssey será uma série de eventos turísticos literários relacionados a Thomas.

Celebração de Glyndebourne e da Henley Royal Regatta

O 80º aniversário do festival de ópera de Sussex Glyndebourne, de maio a agosto, e a 175ª edição da competição de remo Henley Royal Regatta, em julho, agitam a temporada de verão europeu. Além de exibir o melhor da arte e do esporte, são ótimas ocasiões para ver alguns dos trajes mais tipicamente britânicos em exibição e piqueniques bem impressionantes.

Passeio em trajes típicos britânicos
Foto: Hugo Glendinning


Tendências na hotelaria

Ao que tudo indica, o custo-benefício se tornará prioridade no ramo hoteleiro neste ano, combinado à tecnologia de ponta. O conceito inovador “Hub”, que se espalha por cinco locais de Londres a partir do outono, quando hóspedes poderão usar seus smartphones para fazer check-in e controlar a temperatura do quarto. Em Liverpool, o novo Aloft Hotel incentivará a sincronização entre hóspedes por meio de mídias sociais.

Cultura de primeira linha

Um dos pontos fortes da Grã-Bretanha, a grande oferta de exposições, teatro, musicais e filmes não fugirão à regra. No começo do ano, a National Portrait Gallery em Londres apresenta uma mostra marcante do fotógrafo David Bailey, que incluirá imagens inéditas de Kate Moss e outras incontáveis estrelas, assim como de suas próprias viagens. No palco, o novo musical I Can't Sing! dará vida ao programa X Factor a partir de março, enquanto Sam Mendes vai dirigir Rei Lear no National Theatre. Haverá a estreia no cinema de Paddington - sobre o ursinho de pelúcia falante preferido de crianças e adultos - e Macbeth, destinado a tornar os castelos e as paisagens da Escócia tão importantes quanto o drama de Shakespeare.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.