Sexo

Revista publica guia ilustrado de posições sexuais para lésbicas

Versão norte-americana da Cosmopolitan quebra tabu ao exibir passo a passo de 28 formas de se relacionar entre mulheres

01/08/2014 | 14h55
Revista publica guia ilustrado de posições sexuais para lésbicas Revista Cosmopolitan/Reprodução
O material tem ilustrações coloridas de autoria de Jenny Yuen Foto: Revista Cosmopolitan / Reprodução
A revista feminina Cosmopolitan, publicação especializada em saúde, beleza, moda e, principalmente, sexo, quebrou um tabu na sua versão norte-americana ao publicar um manual ilustrado voltado para relações entre mulheres. Intitulado "28 posições lésbicas alucinantes", o guia contém ilustrações e passo a passo de cada método para "lésbicas, bissexuais, pansexuais — todas as mulheres que amam mulheres na multidão".

As ilustrações de Jenny Yuen exibem desde posições tradicionais para sexo até sugestões com o uso de adereços e objetos, como algemas e cinta com pênis, indicando ainda o grau de dificuldade para cada exemplo. Com um tom divertido, as posições receberam nomes como "desafiando a gravidade", "mastro erótico", "triângulo das bermudas" e "aranha sexy".

No Dia do Orgasmo, o que acontece no corpo quando você chega lá  
Marido frustrado cria tabela com desculpas da mulher ao negar sexo
Negativas constantes podem indicar que é hora de buscar ajuda

A Cosmopolitan é uma das revistas femininas mais tradicionais e importantes em circulação nos Estados Unidos lançada em 1886 por Schlicht & Field. Conta atualmente com uma rede internacional de cerca de 50 publicações em diversos países, incluindo o Brasil, onde licencia a Nova.

Não é a primeira vez que a revista publica assuntos para o público LGBT. A Cosmopolitam costuma trazer artigos e matérias dirigidas a gays e transexuais, o que demonstra mudança na linha editorial da revista e abertura para um mercado disposto a consumir esse tipo de conteúdo.

Veja 5 dicas quentes para apimentar a relação e melhorar o sexo

Em artigo publicado no site Colherada Virtual e compartilhado no perfil do Facebook, Anna Carolina Lementy elogiou a iniciativa como "uma nova era das revistas femininas", embora não descarte que a iniciativa pode se tratar de uma "jogada de marketing".

— Mas o fato é que a Cosmopolitan parece estar pensando sobre essas questões também. Ainda não há um sinal claro de que as pautas machistas estejam chegando ao fim, mas a revista parou de ignorar que existem mulheres que não pensam em homens e seus pênis. Elas gostam de mulheres e vaginas — escreveu.

A publicação, porém, não foi unânime. Em artigo no site norte-americano The Daily Beast e intitulado "Eu testei as dicas sexuais para lésbicas da Cosmopolitan e elas são terríveis", a colunista comportamental Samantha Allen criticou o material:

— O que a Cosmopolitam traz são péssimas e hilárias dicas de sexo para mulheres que gostam de mulheres. Elas são tão risíveis quanto as dadas para os heterossexuais, e prova que a revista sabe pouco ou nada sobre a vida sexual real das lésbicas.

Repercussão dos leitores nas redes sociais

No perfil oficial da versão norte-americana da revista no Facebook, a postagem teve (até a hora da publicação desta matéria), 562 likes, mais de 200 comentários e 106 compartilhamentos. A repercussão inclui elogios e críticas. Entre as opiniões contra estão as que rechaçam desde algumas posições até os nomes escolhidos. A favor, os comentários são unânimes de que a iniciativa abre espaço para o comportamento diverso e tolerante em prol de um mundo como ele realmente é e não apenas uma parcela dele.

Leia abaixo alguns dos comentários traduzidos:
Majo Zanetti
Wow! A Cosmo(politan) está realmente incluindo outro tipo de perfil de mulher que não seja apenas o Carrie-wanna-be?

Tory Kyler
Vou parar de comprar a Cosmo se eles vão promover este tipo de conteúdo.

Stephanie Marion
Precisamos de mais artigos como esse. Nem todas dormem com homens!

Mack Swapnil
Que bobagem.

Keana Rahman
Sim, talvez agora vocês aprenderão alguma coisa sobre dar prazer a uma mulher.

Jillian Jaguar
Obrigada, Cosmo, por dar apoio para todos. Nem todas as mulheres são heteros e é muito bom algo voltado para as mulheres que estão interessadas em outras mulheres!!!

April-Paige Eisemann
Achei ofensivo.

Laura Howie
Ótimo ver outra coisa que não seja apenas como dar prazer a um homem. Bom trabalho, Cosmo.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.