Alerta internacional

OMS decreta emergência sanitária mundial por zika vírus e microcefalia

Para a Organização Mundial da Saúde, disseminação do vírus e sua provável ligação com a microcefalia justificam o alerta de emergência

01/02/2016 - 16h46min | Atualizada em 02/02/2016 - 12h32min
OMS decreta emergência sanitária mundial por zika vírus e microcefalia FABRICE COFFRINI/AFP
A diretora-geral da OMS, Margaret Chan, fez o anúncio de emergência de saúde internacional nesta segunda-feira Foto: FABRICE COFFRINI / AFP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou nesta segunda-feira estado de emergência sanitária mundial por conta da ameaça do zika vírus. O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça. A declaração, dada apenas em casos de ameaças globais, representa o maior nível de alerta da OMS.

Zika causa medo ao se alastrar pelo mundo  

O alerta surge principalmente em função da provável ligação entre o vírus e a microcefalia, que tem aumentado no Brasil. Há 270 casos confirmados em bebês brasileiros e 3.449 suspeitos desde 2015. O anúncio foi feito ao fim da primeira reunião do Comitê de Emergência sobre zika vírus da OMS.

— É necessária uma resposta internacional para minimizar essa ameaça nos países infectados e reduzir o risco de disseminação internacional — disse a  diretora-geral da OMS, Margaret Chan, informando que a concentração de quadros de malformação congênita em bebês e síndromes neurológicas em regiões afetadas pelo zika constituem "um evento extraordinário e uma ameaça à saúde pública de outras partes do mundo".

Chan avaliou ainda que a ausência de uma vacina contra o zika e de testes de diagnóstico confiáveis, somados à falta de imunidade na população dos países afetados pelo vírus, constituem fatores de preocupação para a OMS.

Leia as últimas notícias sobre zika vírus

O mais alto nível de alerta só havia sido dado em três outras ocasiões pela OMS: em 2009, com a epidemia da gripe H1N1; em maio de 2014, com o ressurgimento de uma forma de poliomielite na Síria e no Paquistão; e em agosto de 2014, devido ao ebola.

As diferenças entre três das doenças transmitidas pelo Aedes


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.