Tradicionalismo

Crise e clima agradável levam milhares de pessoas ao Acampamento Farroupilha 

Organizadores já projetam público recorde para edição 2016 do evento, que ocorre até o dia 20 na Capital

11/09/2016 - 17h34min | Atualizada em 11/09/2016 - 18h11min


Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Sol, calor e crise. Foram estas as razões que levaram milhares de pessoas ao Acampamento Farroupilha neste final de semana, em Porto Alegre. De acordo com os organizadores, se o clima continuar colaborando, o evento pode bater recorde de público em 2016. E a dificuldade financeira que muitas famílias enfrentam é uma das explicações para a expectativa de superar em pelo menos 10% o número de visitantes do ano passado, quando 1,2 milhão de pessoas passaram pelo Parque Maurício Sirotsky Sobrinho.

— O Acampamento Farroupilha é um evento amplamente popular. As pessoas entram no parque e nos galpões com atividades culturais gratuitamente, e também acompanham shows, desfile e rodeio. Então, com a crise, acaba se tornando um programa viável — avaliou Nairo Callegaro, presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG).

Leia mais
Sábado de sol no Acampamento Farroupilha
Outras reportagens sobre a Semana Farroupilha

Desempregado há três meses, Alex da Rosa Lara, 34 anos, aproveitou o domingo ensolarado para passear com toda a família. Em tempos de vacas magras, a regra na casa dele é economizar no que for possível. Acompanhado da filha Nayane, seis anos, e da esposa, Daiane, 22, que trabalha como doméstica, Alex levou a sogra, a dona de casa Maíra Alves, 44 anos, e conhecer o acampamento.

Natural de Santana da Boa Vista, Maíra, que mora em Canoas, contou ter matado um pouco da saudade da sua terra. A comida campeira, no entanto, teve de ficar para a próxima. Eles procuraram um local para almoçar, mas acharam os preços muito "salgados" e acabaram optando pelo espetinho, vendido a R$ 6.

Desempregado, Alex da Rosa Lara aproveitou o clima para passear com a família  Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Nos piquetes, muitos lamentavam. Embora fosse difícil transitar pelas ruelas abarrotadas de gente, o movimento nos galpões era menor do que nos anos anteriores.

— Antes, as pessoas vinham, nos procuravam para almoçar ou fazer a festa da empresa aqui. Agora, nós é que temos de ir atrás delas. Pode ter mais gente circulando pelo parque, mas consumindo não. É a crise — disse o administrador Vanius Marques, patrão do piquete Manotaço.

Em quatro dias, o parque já recebeu 400 mil visitantes, e a projeção de público para este domingo foi revisada, de 80 mil para 120 mil. Uma das maiores festas folclóricas do Brasil, o Acampamento Farroupilha, que é realizado desde 1981, ocorre até o próximo dia 20. São 360 piquetes espalhados em 65 hectares, além de churrasqueiras ao ar livre, praça de alimentação e feiras de artesanato. 

Veja fotos do primeiro fim de semana do Acampamento Farroupilha:



 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.