Economia

eSocial começa a calcular verbas rescisórias de empregados domésticos

Empregador precisa informar a data e o motivo da rescisão e se é devido aviso prévio indenizado

Por: Agência Estado
19/09/2016 - 15h32min | Atualizada em 19/09/2016 - 15h32min
eSocial começa a calcular verbas rescisórias de empregados domésticos Mateus Bruxel/Agencia RBS
Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Receita Federal informou nesta segunda-feira, que o eSocial começou, na última sexta-feira, a calcular as principais verbas rescisórias dos empregados domésticos. Segundo o Fisco, o empregador precisa informar a data e o motivo da rescisão e se é devido aviso prévio indenizado. Com essas informações, o sistema efetua os cálculos das verbas saldo de salário, aviso prévio indenizado, 13º salário, férias proporcionais, terço constitucional de férias e salário família, todos baseados no valor do salário contratual do empregado.

Leia mais:
Governo adia obrigatoriedade do eSocial a empregadores para 2018
Lei dos Domésticos completa um ano com aumento de oportunidades
Receita orienta sobre desligamento de empregados no eSocial

Em nota, a Receita afirmou que, em situações específicas, o empregador deve alterar os valores calculados e/ou informar valores para outras rubricas, tais como horas extras, adicional noturno, desconto de faltas, multa por atraso no pagamento da rescisão etc. "Nas situações em que o empregado doméstico não tem direito a férias indenizadas e recebe apenas salário fixo, ele não precisa fazer cálculos rescisórios", diz o documento.

Ainda de acordo com a Receita, a nova funcionalidade facilita os procedimentos de geração do Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho (TRCT).

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.