The New York Times

Salada de vagens e berinjela para comer com burrata

Por: The New York Times
07/09/2016 - 18h37min | Atualizada em 07/09/2016 - 18h37min

Uma vez, em um restaurante em Puglia, na Itália, comi uma burrata inteira sozinha.E não era uma daquelas burratas pequenas, do tamanho de uma bola de tênis, que a gente vê rodeada de tomates cereja em restaurantes nos Estados Unidos. Era quase tão grande quanto um melão. A burrata molenga, feita de muçarela e recheada de creme, estava quase transbordando do prato, escorrendo pelos lados.Não tinha a intenção de devorar tudo, colherada após outra deliciosa colherada. Mas assim que comecei, não havia como voltar atrás. A burrata fresquinha, feita naquela manhã, nunca havia visto o interior de uma geladeira, e era tudo o que eu queria para o jantar.

Nos Estados Unidos, as burratas são menores e têm pelo menos alguns dias quando chegam ao mercado. Ainda são deliciosas, mas sempre podem se beneficiar com alguma ornamentação. Até mesmo uma pitada de sal marinho e um fiozinho de azeite exaltam sua cremosidade.Nesta receita, vou um pouco além, sugerindo uma salada robusta para transformar um queijo solitário em uma refeição de verão. Meu objetivo é tirar o máximo de proveito da estação e usar uma grande variedade de vegetais com cores e texturas diferentes.

Naturalmente, por ser agosto, tive que incluir tomates e berinjela. A aveludada berinjela assada acentua a riqueza suave da burrata, enquanto os tomates fazem um contraste doce e suculento.Então, para outro contraste – este crocante – também coloco vagens de feijões romanos escaldadas. Essas vagens chatas, que parecem feijões verdes comprimidos, são fáceis de achar. Fiz essa salada com as vagens amarelas e de feijões rajados (amarelos com riscos roxos), e funcionou muito bem. Também dá para usar vagens de feijões verdes ou manteiga.Como um toque final, ao invés de usar azeite de oliva normal, temperei a salada com um maravilhoso azeite de alho feito em casa. 

Para preparar é preciso confitar alguns dentes de alho, o que soa mais chique e mais difícil do que é, e é possível fazer enquanto você cozinha a berinjela. O lado bom é que dá para espalhar o alho que sobrar em um pão tostado e servir como acompanhamento. Ou guardar para os próximos vinagretes.Essa salada elaborada leva mais tempo do que apenas colocar uma burrata em cima de algumas folhas de rúcula – ou comê-la sozinha com uma colher. Mas vale cada momento gasto.

Burrata com vagens de feijões romanos e berinjela assada

Rende quatro porções

Tempo: uma hora

570 gr de berinjela cortada em cubos de 2,5 cm

½ colher de chá de sal, mais o que for necessário para cozinhar as vagens

8 dentes de alho descascados e amassados

2/3 de xícara de azeite de oliva extra virgem, ou mais se necessário

170 gr de tomates cereja, cortados ao meio (cerca de 1,5 copo)

450 gr de vagens de feijões romanos com as pontas aparadas

¼ de xícara de azeitonas pretas sem caroço e picadas

1 colher (sopa) de alcaparras escorridas

¼ de xícara de hortelã fresco picada

¼ de xícara de manjericão fresco picado

2 colheres (chá) de vinagre de vinho tinto, ou mais se necessário

Sal, o quanto baste

Pimenta do reino, o quanto baste

340 gramas de burrata

Pão torrado ou grelhado, para acompanhar

1. Coloque a berinjela em uma peneira. Polvilhe com ½ colher de chá de sal e deixe na pia para drenar por 20 a 30 minutos, mexendo de vez em quando.

2. Enquanto isso, faça o azeite de alho: coloque os dentes de alho em uma panela pequena e cubra com 1/3 de xícara de azeite. Cozinhe de 10 a 15 minutos em fogo bem baixo até que fiquem macios e um pouco dourados. Deixe esfriar. Amasse bem os alhos com um garfo, depois coe o óleo em uma jarra ou pequena tigela, apertando as partes sólidas. (Use as partes sólidas, o confit de alho, para passar no pão ou guarde para fazer vinagretes e marinadas. Dura uma semana na geladeira.)

3. Aqueça o forno a 230 graus. Aperte delicadamente a berinjela para retirar o excesso de líquido (ou seque com uma toalha). Regue-a com 1/3 de xícara de azeite e espalhe em uma ou duas assadeiras de forma que os pedaços não se toquem. (Dessa maneira ficam mais torrados.) Asse por 20 a 30 minutos, mexendo uma ou duas vezes, até que fiquem dourados. Coloque em uma tigela e misture com os tomates e com três colheres de sopa de azeite de alho.

4. Coloque uma panela grande com água salgada para ferver. Jogue as vagens e cozinhe por três a seis minutos ou até que fiquem macias, o que vai depender do tamanho e da grossura. Passe na água fria e escorra bem. Corte em pedaços de 2,5 centímetros e misture à tigela de berinjela.

5. Adicione as azeitonas e alcaparras, a hortelã, o manjericão, o vinagre e um pouco mais de azeite de alho na salada. Tempere com o sal e a pimenta.

6. Coloque o queijo no centro do prato para servir e em volta ponha a salada. Regue com mais azeite de alho e polvilhe mais sal se achar necessário. Sirva com o pão.

Por Melissa Clark do NYT.

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.