Prevenção

Associação orienta mercados do Estado a retirar lote de água contaminada com bactéria

Produto da marca Sarandi está contaminado com bactéria responsável por infecções em organismos debilitados

15/10/2016 - 17h42min | Atualizada em 15/10/2016 - 17h57min
Associação orienta mercados do Estado a retirar lote de água contaminada com bactéria Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

A Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) orienta os estabelecimentos a retirar das prateleiras neste final de semana as bombonas de 20 litros de água mineral do lote 239 da marca Sarandi. Isso porque o produto está contaminado com a bactéria Pseudomonas aeroginosas. As informações são da Rádio Gaúcha.

Um exame de laboratório comprovou que os índices da bactéria estão acima do permitido. O lote tem data de fabricação no dia 26 de agosto de 2016 e validade até fevereiro de 2017.

Leia mais:
MP denuncia oito pessoas por venda de água mineral contaminada no RS
Saiba como escolher a água mineral mais saudável

Trata-se de uma recomendação aos supermercados porque os estabelecimentos ainda não foram notificado oficialmente pela Vigilância em Saúde.

— É uma prevenção que estamos fazendo e sempre vamos fazer quando houver risco para a segurança alimentar — diz o presidente da Agas, Antônio César Longo.

A Vigilância em Saúde determinou a retirada do mercado do lote de água contaminada e acredita que o documento deve chegar até segunda-feira para a Agas. A bactéria Pseudomonas aeroginosas é responsável por infecções em organismos debilitados.

Leia as últimas notícias


 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.