Lentidão

Sistema de emissão da carteira de trabalho volta a apresentar falhas no Estado

Nesta quinta-feira, apenas 118 documentos foram emitidos em Porto Alegre e na Região Metropolitana

06/10/2016 - 16h58min | Atualizada em 06/10/2016 - 16h58min
Sistema de emissão da carteira de trabalho volta a apresentar falhas no Estado Tadeu Vilani/Agencia RBS
Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

O sistema de emissão de carteira do trabalho voltou a apresentar instabilidade nesta quinta-feira em Porto Alegre e em municípios da Região Metropolitana. Pela manhã, o Tudo Fácil da Borges de Medeiros, no Centro da Capital, ficou mais de uma hora com o serviço fora de operação, e longas filas se formaram no local. As informações são da Rádio Gaúcha.

Nas agências do Sine da Capital, foram apenas 72 carteiras realizadas hoje. Contando nos municípios da Região Metropolitana, o número chega a 118.

Leia mais:
Falhas em novo sistema atrasam retomada de emissões de carteira de trabalho
Após falhas no sistema, carteiras de trabalho voltarão a ser feitas

Três delas precisaram ser realizadas de forma manual. Em dias normais, são confeccionados cerca de 350 documentos por dia somente em Porto Alegre. Nesta tarde, o sistema voltou a funcionar, mas ainda apresenta lentidão. 

O encaminhamento da carteira de trabalho foi retomado na quarta-feira nas agências do Sine. Nos últimos meses, foram cinco suspensões oficiais no atendimento em razão do problema.

Ontem, 199 carteiras foram emitidas na Capital e Região Metropolitana. A emissão manual de 1,5 milhão de carteiras de trabalho foi determinada pelo ministro Ronaldo Nogueira, para atender à demanda emergencial. No Rio Grande do Sul, são 30 mil documentos.

Segundo o diretor-presidente da FGTS, Gilberto Baldasso, as carteiras só serão emitidas de forma manual em caso emergencial.

— Só vamos fazer em extrema urgência, quando o trabalhador vier com o documento da empresa solicitando que precisa da carteira. Hoje tivemos uma queda, mas já voltou, então continuamos fazendo a digital — destaca. 

Ele ainda admite que há uma grande demanda reprimida em razão das constantes quedas, o que deve gerar alta procura nos próximos dias. O Ministério prometeu resolver as falhas até o final do mês. 

O encaminhamento da carteira de trabalho foi retomado nesta quarta-feira nas agências do FGTAS/Sine em Porto Alegre, além de Guaíba, Esteio, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Taquara.

Até a sexta-feira, o atendimento também será retomado no interior, nas unidades de Bagé, Bento Gonçalves, Cachoeira do Sul, Camaquã, Caxias do Sul, Cruz Alta, Frederico Westphalen, Lagoa vermelha, Lajeado, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santana do Livramento, Santo Ângelo, Soledade, Torres e Vacaria.

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.