Acerto de Contas

Novidade pode liberar crédito para um milhão de gaúchos

Estimativas feitas pela Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV) preveem aumento enorme no potencial de consumo

10/01/2017 - 09h05min | Atualizada em 10/01/2017 - 09h52min
Novidade pode liberar crédito para um milhão de gaúchos Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS  

Lembra do cadastro positivo? É um cadastro com o histórico de bons pagamentos dos consumidores. Foi criado em 2013 com o objetivo de reduzir o juro de empréstimos e compras parceladas para quem não costuma atrasar as contas. Só que não decolou.

O Banco Central quer agora que a adesão seja automática, ou seja, todo brasileiro com um CPF entraria para o cadastro positivo. Teria que pedir para sair. Isso ocorrendo, 1 milhão de gaúchos entrariam para o mercado de crédito.

Leia outras colunas da Giane Guerra

A estimativa é da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV). Ou seja, teriam aumento enorme no potencial de consumo. Dinheiro que seria gasto em eletrodomésticos, eletrônicos, automóveis e imóveis populares.Mas isso não aumentaria inflação, endividamento e inadimplência?

O risco é mínimo, diz o presidente da AGV. Vilson Noer aposta na conscientização dos consumidores. Mas a adesão automática já gera polêmica. O Ministério Público Federal divulgou uma nota pública dizendo que viola o direito à privacidade e de proteção de dados pessoais nas relações de consumo.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.