Educação

Taxa de abstenção do terceiro dia do vestibular da UFRGS é de 19,04%; provas terminam nesta quarta-feira

Número de ausentes para as provas de química, biologia e geografia chega a 6.372

11/01/2017 - 10h24min | Atualizada em 11/01/2017 - 10h31min
Taxa de abstenção do terceiro dia do vestibular da UFRGS é de 19,04%; provas terminam nesta quarta-feira Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Vestibulandas aguardam em frente ao Colégio Estadual Julio de Castilhos, na Capital, para o último dia de provas do concurso da UFRGS  Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS  

Na terça-feira, terceiro dia de provas do vestibular da UFRGS, compareceram 27.087 candidatos. O número de ausentes chegou a 6.372, representando 19.05% do total de inscritos. Segundo a instituição, esse percentual é menor do que o registrado no terceiro dia de provas do ano passado (21,99%). Inicialmente, inscreveram-se 33.459 candidatos para o concurso.

Leia mais:
Vestibular da UFRGS 2017 tem 5 mil inscritos a menos do que em 2016
Medicina, Psicologia e Fisioterapia são os cursos mais concorridos da UFRGS
UFRGS divulga gabaritos do terceiro dia de provas do vestibular

No penúltimo dia do vestibular 2017 da UFRGS, os estudantes resolveram as questões de geografia, química e biologia. A prova de química teve média de 12,9717 e 37 candidatos gabaritaram. A média de biologia ficou em 9,5235 e ninguém acertou todas as questões. Apenas um candidato obteve 25 acertos na prova de geografia e a média foi de 12,9717.

Nesta quarta-feira, último dia da maratona de provas, os candidatos resolveram as questões de matemática e história. Os gabaritos serão divulgados às 17h.  

Antes das 8h, horário da abertura oficial dos portões, o clima era de tranquilidade em frente ao Colégio Estadual Julio de Castilhos, no bairro Santana, em Porto Alegre.

Da esquerda para a direita, os estudantes Julio Cesar Rohr, de 22 anos, Gabriele Machado, 17, Alissa Gallo, 18, e João Vitor Casali Ricardo, 18, Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Em frente ao local, os amigos Julio Cesar Rohr, de 22 anos, Gabriele Machado, 17, Alissa Gallo, 18, e João Vitor Casali Ricardo, 18, conversavam antes de entrar no prédio. Cada um almeja uma aprovação em cursos diferentes. 

— É um dia bem importante para mim, já que matemática tem mais peso. Quero cursar Engenharia Civil — diz João, natural de São Leopoldo. 

Os candidatos também se surpreenderam com a média das disciplinas cobradas nos dias anteriores. Entre eles, havia um consenso de que a média de português (16,0523) foi alta, já que a prova estava acessível. Ao todo, 120 candidatos gabaritam. No ano passado, apenas 28 estudantes acertaram todas as questões. 

— Inglês surpreendeu muito. Achei baixa a média (9,7798) — diz Alissa, que aposta também no resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para entrar na faculdade de Fisioterapia.

Leia as últimas notícias de educação

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.