Sobre Rodas

JAC T6, compacto convence pelo generoso espaço

O utilitário esportivo chinês valoriza o visual atraente, o interior e o conforto

07/02/2017 - 03h00min | Atualizada em 07/02/2017 - 03h00min

* Publicado no blog Gilberto Leal em 14 de janeiro de 2016

Projeto do SUV é do centro de design italiano da JAC Foto: Priscila Nunes / Especial

 Bem equipado, desempenho compatível com a proposta de um veículo familiar e honesta relação custo/benefício, o JAC T6 atende as necessidades de um veículo para o uso diário na cidade e lazer nos finais de semana.  Bonito, robusto com detalhes que remetem a concorrentes, o utilitário esportivo compacto tem generoso espaço interno, semelhante ao de modelos de segmento superior. O conjunto propulsor com motor 2.0 16V e transmissão manual de cinco marchas cumpre sua função, mas seria ótimo com um câmbio automático, o que deverá ocorrer ainda neste ano. O JAC T6 custa a partir de R$ 71.990 e, na opção avaliada, completa fica por R$ 76.990.

Amplo interior com bom acabamento destaca detalhes nas cores preto brilhante e cinza Foto: Priscila Nunes / Especial

O acabamento valoriza o interior com bancos revestidos em couro e detalhes em preto brilhante e cinza no painel, direção, console  e laterais das portas. O volante multifuncional não compromete a perfeita visibilidade do quadro de instrumentos com mostradores analógicos e digital. A direção com assistência elétrica e regulagem de altura, a posição elevada  e a ergonomia do banco permitem ao condutor conforto para dirigir em longas distâncias.

Foto: Priscila Nunes / Especial

Com 4,47 metros de comprimento, 1,84 m  de largura, 1,67 m de altura a 2,64 m de entreeixos, sobra espaço na frente e, com o assoalho plano, acomoda três adultos no banco traseiro, o que as vezes nem sempre ocorre em modelos maiores. O porta-malas leva 610 litros. O modelo avaliado contava com ar-condicionado digital, central multimídia com tela sensível ao toque com rádio, CD/MP3, navegação por GPS, entradas HDMI, MP3, USB, AUX, Bluetooth, espelhamento de smartphones ou tablets, câmera de ré, sensores de estacionamento, comandos elétricos de portas, vidros e de retrovisores, incluindo o rebatimento. Também faróis com ajuste elétrico de altura, auxiliares de neblina, barras longitudinais no teto, rodas de liga leve de 17 polegadas e pneus 225/60/R17.

Foto: Priscila Nunes / Especial

 O câmbio manual de cinco velocidades distribui bem nas rodas dianteiras os 155 cv (gasolina) a 160 cv (etanol) do J6. Foram quase 1.200 quilômetros percorridos, dos quais cerca de 700 km em rodovias com desempenho compatível para um utilitário esportivo com quase 1.500 quilos. O engate macio do câmbio facilita rodar na cidade sempre na marcha ideal para aproveitamento da potência, embora muitas vezes exigindo pisar mais forte no acelerador. A suspensão independente nas quatro rodas -McPherson na dianteira e multilink na traseira – privilegia o conforto. Absorve as irregularidades do pavimento mas o custo é a tendência de rolagem em velocidade elevada e curvas acentuadas, mas sem comprometer a estabilidade. Os freios com discos ventilados na frente e sólidos atrás, ABS e EBD (distribuição eletrônica de frenagem) atendem as necessidades do utilitário.

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.